segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Mototaxistas protestam contra 'piratas' em São Miguel dos Campos

Mototaxistas protestam contra 'piratas' em São Miguel dos Campos  
Trabalhadores legalizados reivindicam fiscalização contra colegas que atuam ilegalmente na cidade


Centenas de mototaxistas pararam o trânsito no centro do município de São Miguel dos Campos, desde o início da manhã desta segunda-feira, 30, em protesto contra colegas que estão atuando na clandestinidade naquela cidade. O grupo fechou as quatro vias com motocicletas e reivindica maior fiscalização por parte da Prefeitura. 

De acordo com o mototaxista Givaldo dos Santos, em São Miguel dos Campos a atividade é legalizada – o que não acontece em Maceió – mas cerca de 60 motociclistas estão usando as fardas ‘piratas’ dos trabalhadores devidamente cadastrados pela Prefeitura. 

“O que queremos é que a Prefeitura, a SMTT e a Polícia Militar fiscalizem essas pessoas, porque nós já tentamos entrar em contato com elas e elas levam tudo na brincadeira, enquanto usam nosso fardamento”, explicou. 


O mototaxista associado Willamis Tevis acrescentou que, entre as reivindicações, o grupo também pede a regulamentação da venda dos coletes que identificam os mototaxistas associados. "Muitos deles compram em ateliês da cidade e, muitas vezes, compram e vestem para cometer assalto", acrescentou. 

Segundo ele, o problema existe há oito anos e o Ministério Público já foi pocurado, mas não houve respostas."São pessooas que vêm de outra cidade para rodar em São Miguel" emendou o mototaxista Petrúcio Batista. O grupo decidiu não queimar pneus e obstrui a pista apenas com as motos. 

Ainda segundo Givaldo dos Santos, uma equipe da PM seguiu até o local e tentou negociar a liberação da pista .”Mas saímos daqui quando alguém vier e prometer que vai fiscalizar essa situação”. Enquanto a liberação não ocorre, o trânsito permanece parado na região.

Ainda em meio ao protesto, a categoria seguiu até a Associação dos Mototaxitstas para uma reunião com o prefeito George Clemente.




Fonte: Gazeta Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário