sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Parte de barreira desliza na Leste-Oeste

Chuva provocou transtornos em diversos pontos de Maceió nesta sexta

Barreira desliza e barro fecha uma das faixas da Avenida Leste-Oeste  
Parte de uma barreira de contenção deslizou na Avenida Leste-Oeste, no bairro do Jacintinho, na manhã desta sexta-feira (20), devido às fortes chuvas que caíram em Maceió. Uma grande quantidade de lixo bloqueou uma das faixas de subida da avenida e deixou o trânsito lento por volta de 7h30. Os condutores foram obrigados a reduzir a velocidade e seguir por uma única faixa.

O deslizamento por pouco não causou um acidente mais grave. José Carlos da Silva se dirigia ao trabalho, por volta de 4 horas da manhã, no seu carro, um escorte preto de placa MUG 5755, quandp percebeu o entulho descendo. Para não ser atingido, o motorista foi obrigado a jogar o carro para o lado, invadindo a pista contrária. Por causa do gelo baiano, o veículo rodou. Um pneu dianteiro, o tripóide e o amortecedor foram danificados mas ninguém ficou ferido.

Ouvintes da Rádio Gazetaweb relataram que o lixo que invadiu a pista estava acumulado. “Há sofá, vaso sanitário e uma grande quantidade de lixo na pista. A calçada também ficou fechada e nós tivemos que nos arriscar, atravessando pela pista, dividindo espaço com os carros”, afirmou uma ouvinte, que não se identificou, ao repórter Warner Oliveira durante o Notícias da Manhã.
Casa de Welton Roberto é invadida pela água 

Além do deslizamento, diversos pontos da capital ficaram alagados. No bairro do Farol, a água alagou parte de um condomínio e causou prejuízos ao advogado Welton Roberto, que usou o Twitter para divulgar a informação. A água invadiu o subsolo da casa do advogado e derrubou parte do muro. O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado.

A residência do advogado criminalista Welton Roberto foi invadida pela água da chuva que caiu sobre Maceió na madrugada desta sexta-feira (20). A casa, localizada na Rua José de Alencar, no bairro do Farol, teve a garagem, os banheiros, a dispensa e as dependências da empregada destruídos.

O advogado conseguiu salvar a empregada doméstica, seus pássaros e cachorros antes da entrada da enchurrada. A água entrou no condomínio ao lado da residência de Welton, se acumulando até que a pressão derrubou parte do muro que dá acesso à casa.
Rua Miguel Palmeira, no bairro do Farol, ficou cheia d'água
Dois carros pipas foram contratados para fazer a retirada da água da residência. Cerca de 100 mil litros foram escoados. “Se o restante do muro tivesse cedido, a casa seria o escoadouro da rua”, disse Welton.

Um engenheiro será contratado para fazer um laudo técnico para apurar as causas da enchente.

Também foram registrados pontos de alagamento em trechos dos bairros do Farol, de Mangabeiras e de Cruz das Almas.

No cruzamento entre as Ruas Santa Rita de Cássia e Rua Joaquim Nabuco, uma cratera se formou devido a um vazamento de uma tubulação da Casal e, com as chuvas, o diâmetro do buraco aumentou.


Fonte: Gazeta Web 

Nenhum comentário:

Postar um comentário