sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

AL terá ações de programa federal de combate ao crack no primeiro semestre

Na próxima semana, comissão visita o Estado para iniciar os trabalhos


Alagoas estará entre os oito estados que devem assinar, ainda neste primeiro semestre, um pacto com o governo federal de combate ao crack. O programa “Crack, é possível vencer” foi anunciado pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e conta com ações realizadas pelo Ministério da Saúde. 

“O objetivo é de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção”, explicou Cardozo.

Alagoas foi escolhida para participar do primeiro grupo que vai contar com as ações sistemáticas realizadas pelo governo federal em parceria com o Estado.

Comitiva em Alagoas

Os trabalhos em Alagoas já começam, na próxima semana, quando uma comissão do governo federal vem a Maceió para discutir com o governador Teotonio Vilela, secretários e técnicos do governo como o programa “Crack, é possível vencer” deve funcionar no Estado.

Estão previstos para fazer parte da comitiva, a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki e outros quatro secretários nacionais da área de Combate às Drogas, Assistência Social e de Saúde, além de vários técnicos.

A comitiva chega em Maceió na terça-feira (7), quando se reúne com o governador Teotonio Vilela e com os secretários, ficando até o fim da tarde da quarta-feira (8), quando passa o dia reunido com equipes técnicas de várias secretarias estaduais e do município de Maceió.

A previsão da assinatura da adesão de Alagoas ao programa “Crack, é possível vencer” está prevista para março, quando devem vir para Maceió os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça); Alexandre Padilha (Saúde); Tereza Campelo (Desenvolvimento Social).



Fonte: Gazeta Web / Agência Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário