domingo, 5 de fevereiro de 2012

Bailinho da Pitanguinha leva pais a filhos a cairem na folia

Fantasias mostram a criatividade dos pequenos foliões em Jaraguá


A terceira matinê infantil dos Seresteiros da Pitanguinha levou centenas de foliões mirins ao salão do Centro de Convenções de Maceió neste domingo (5). Crianças de todas as idades e tamanhos pularam ao som de muito frevo e marchinhas de carnaval das bandas Diviva Super Nova e Seresteiros. A criatividade correu solta nas fantasias dos pequenos. Teve em familia, em grupo ou solitários. 

As amigas Julia, Samilly, Letícia, Eduarda e Ana Beatriz – todas entre 8 e 9 anos - foram travestidas de marinheiras. As mães corujas, é claro, acompanhavam a movimentação da pequenas foliãs de perto. Outra que veio a caráter foi Lais Baracho, 8 anos. Escolheu a fantasia de Branca de Neve, a mesma da mãe Flávia. “Todos os anos participamos do baile fantasiada de algum personagem. Sempre as duas e vamos continuar assim nos outros carnavais”.

Este ano, o baile tem como tema “Abram alas, eles vão passar”. Esse “eles” são Marcial Lima, Setton Neto, Miss Paripueira, Moleque Namorador e Eduardo Cebolinha – produtor musical alagoano que fez vários concursos de frevo na década de 50 - homenageados dos Seresteiros, como explicou Emanoel Fortes. “Promover o bailinho é formar um público folião dos futuros carnavais de Alagoas”.

Para a organizador da matinê, Sue Chamusca, esta edição contou com cerca de 1.300 foliões entre crianças e adultos. Ela esclareceu que a cada ano o público aumenta a participação. “O interessante é ver o nevolvimento dos pais com os filhos. Muitos pais vem fantasiados para incentivar os filhos e a animação é contagiante. Acreditamos que nas próximas edições vamos ter um crescimento gradativo e contínuo para o bem da cultura alagoana”, concluiu. 






Fonte: Gazeta Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário