sábado, 30 de junho de 2012

Em duas falhas da zaga, CRB é derrotado pelo Criciúma por 2 x 0


O CRB buscava sua primeira vitória fora de casa na Série B, mas acabou perdendo para o Criciúma por 2 x 0, na tarde deste sábado (30), no Estádio Heriberto Hulse, pela 8ª rodada. A partida teve transmissão ao vivo da Rádio Pajuçara FM 103,7 Maceió e do Tudo na Hora.
No primeiro tempo, o Tigre catarinense começou pressionando, mas a defensiva alagoana conseguia se segurar. O Galo acordou e passou a oferecer perigo ao adversário, inclusive colocando a bola na trave logo no início do jogo. Até a metade da etapa inicial, era o CRB quem dava as coordenadas do jogo, criando bons lances no setor ofensivo. Da metade para o final, a equipe alagoana continuava bem postada taticamente, marcando bem e não deixando espaços para o Tigre. Como recuperava a bola na zaga, o Galo conseguia ligar logo o contra-ataque. Apesar dos dois times terem criados boas chances de gol, o primeiro tempo acabou sem ninguém balançar a rede.
Na etapa final, a partida voltou equilibrada da mesma forma, só que o Criciúma passou a ficar mais ofensivo, porém sem criar tantos lances perigosos. Jogando no contra-ataque e tocando bem a bola até próximo da grande área, o CRB teve boas chances de abrir o marcador. Só que em um dos poucos vacilos do time alagoano, Zé Carlos marcou para os catarinenses, aos 30 minutos. A equipe alagoana tentou reagir, de forma organizada, mas esbarrava na defensiva do Tigre. Em mais uma falha da zaga regatiana, André Gava ampliou aos 48 minutos. Apesar do equilíbrio da partida e dos momentos criados pelo Regatas, o jogo acabou mesmo com a vitória catarinense.
Com o resultado de 2 x 0, o CRB permaneceu na 16ª colocação, com 7 pontos. Já o Criciúma conseguiu voltar à liderança, e tem 21 pontos ganhos.
1º tempo
O Criciúma começou pressionando. Com 1 minuto de jogo, Lucca chutou na entrada da área e a bola desviou na zaga regatiana, indo para escanteio.
Aos 3, cobrando falta, novamente Lucca experimentou para o Tigre, e a bola passou perto mas foi para fora.
Mas o CRB quase conseguiu marcar aos 5 minutos, quando Geovani pegou a sobra e acertou a trave, mas com desvio, e a bola foi para escanteio. Um minuto depois, o Galo chegou com perigo. Ricardinho recebeu de Geovani e pegou forte na redona, que passou perto do travessão.
A partida seguiu equilibrada e com boa qualidade técnica. O Criciúma tinha mais posse de bola, mas errava o passe na frente. Assim, o CRB passava a ligar o contra-ataque.
Aos 14 minutos, Geovani cobrou falta de longe e o goleiro catarinense saltou para fazer uma boa defesa. Dois minutos depois, Elsinho lançou a bola em cobrança de falta. Rogélio cabeceou de costas e Douglas tirou para escanteio.
Sem muitas opções de ataque, o Criciúma jogava sem espaço e passou a arriscar chutes de fora da área, mas sem conseguir oferecer perigo. Aos 21 minutos, a bola foi cruzada na área por Válber e Lucca escorou de cabeça, mas para fora.
Tocando bem a bola, o CRB procurava chegar com calma no ataque, só que o adversário começou a fazer muitas faltas.
Ainda bem movimentado, o jogo seguiu com boa qualidade técnica, só que o Galo se postava melhor taticamente e marcava muito bem, sem dar espaço para o Tigre.
Aos 35 minutos, Ricardinho tocou para Geovani, que dominou perto da pequena área e chutou cruzado. A bola passou muito perto do gol e foi para fora.
O Criciúma respondeu aos 39, com Válber, que no bate rebate chutou no meio e a zaga do CRB conseguiu cortar no susto. Aos 42, o alagoano Zé Carlos tentou em cobrança de falta, mas pegou mal na bola, que foi longe do gol.
A equipe da casa começou a se movimentar melhor no ataque, e a defensiva regatiana passou a cometer várias faltas, mas nenhuma próxima do gol.
Aos 43 minutos, Ricardinho foi lançado. Ele limpou a zaga catarinense e tentou achar o ângulo, mas a bola foi para fora, assustando o goleiro Douglas que apenas olhou a bola passar.
Nos minutos finais, o jogo ficou centrado no meio campo e o primeiro tempo acabou sem gols.
2º tempo
A partida voltou ainda equilibrada. Aos 2 minutos, Zé Carlos recebeu pela direita e chutou de primeira, mas Anderson conseguiu defender.
O CRB procurava jogar saindo pelas alas e tocando para o meio, enquanto o Criciúma buscava o passe longo como principal jogada.
Aos 9 minutos, o Galo chegou perto do gol. Após contra-ataque, Preto recebeu de frente para o goleiro e chutou rasteira, mas Douglas conseguiu defender.
O Criciúma passou a pressionar, mas não conseguia oferecer tanto perigo ao goleiro regatiano. Um pouco recuado, o CRB continuou buscando contra-atacar.
A equipe catarinense chegou bem aos 14 minutos, quando Válber pegou a sobra livre e chutou por cima do gol. A resposta do Galo aconteceu dois minutos depois. Elsinho tocou pra Geovani, que chutou de bico tentando o canto do goleiro, mas a bola foi ao lado da trave.
Pela esquerda, Preto recebeu, invadiu a área e soltou uma bomba, só que o arqueiro do Tigre conseguiu defender firmemente.
Depois do lance, o Criciúma voltou a pressionar, mas ainda sem chutar de forma perigosa. Quando ficava com a bola, a defesa regatiana dava chutão na bola na maior parte dos lances.
Mas o CRB voltou rapidamente a equilibrar a partida, e aos 29 minutos, Preto chutou de fora da área e Douglas defendeu em dois lances.
É GOL! Aos 30 minutos, Zé Carlos recebeu sem marcação na grande área e tirou do goleiro Anderson. Criciúma 1x0.
De novo ele, Zé Carlos deu uma caneta em Rogélio e chutou de fora da área, mas Anderson defendeu. Aos 38 minutos, o lateral Marlon chegou chutando forte e a bola passou raspando no travessão, levando perigo ao gol alagoano.
Novamente em cima, André Gava ficou livre na frente de Anderson e chutou no canto, só que Anderson foi lá e fez uma grande defesa.
É GOL! No apagar das luzes, André Gava ampliou. Ele recebeu na frente do gol sem marcação e não perdoou. Criciúma 2x0, aos 48 minutos.
Nos momentos finais da partida, o Criciúma cadenciou o jogo e saiu com a vitória.
Ficha técnica
Campeonato Brasileiro Série B 2012 – 8ª rodada
Jogo: Criciúma x CRB
Local: Estádio Heriberto Hulse, Criciúma-SC
Data: 30/06 (sábado)
Hora: 16h20
Árbitro: Anderson Daronco (CBF-RS)
Auxiliar 1: João Monteiro de Souza (CBF-RS)
Auxiliar 2:  Lúcio Beiersdorf Flor (CBF-RS)
Criciúma:
1- Douglas Leite
2- Ezequiel
3- Matheus
4- Nirley
6- Marlon
5- Diego Oliveira (17-Gilmar, no intervalo)
8- Fransérgio (15-Elias, aos 22” do 2T)
8- Válber (André Gava, aos 22” do 2T)
10- Kleber
11- Lucca
9- Zé Carlos
Técnico: Paulo Comelli
Banco Criciúma: 12-Michel Alves, 13-Rogério, 14-Willian Simões, 15-Elias, 16-André Gava, 17-Gilmar, 18-Douglas
CRB:
1- Anderson
5- Ednei
3- Rogélio
4- Rodrigão (18-Edson, aos 38” do 2T)
2- Elsinho
7- Gercimar
8- Roberto Lopes
10- Geovani (16-Paulo Victor, aos 38” do 2T)
6- Jadilson
11- Ricardinho (17-Tiago Bezerra, aos 31” do 2T)
9- Preto
Técnico: Roberto Fonseca
Banco CRB: 12-Cristiano, 13-Gleidson, 14-Thiago Gomes, 15-Diego Aragão, 16-Paulo Victor, 17-Tiago Bezerra, 18-Edson.


Fonte: Tudo na Hora

Consumidor pode pagar mais caro pelo diesel a partir deste domingo


Os consumidores que forem abastecer seus veículos com óleo diesel nos postos de todo o país, a partir de amanhã (1º), poderão pagar um aumento médio de R$ 0,02 (dois centavos) pelo litro do derivado.
Segundo nota divulgada pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis Lubrificantes (Fecombustíveis), que representa os postos de serviços e revendedores de gás liquefeito, os postos de combustíveis já vêm sendo comunicados por suas distribuidoras de que haverá elevação no preço de custo do litro de diesel.
A alta decorre dos maiores valores cobrados pelo biodiesel no vigésimo sexto leilão do produto, realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com o início das entregas previsto para amanhã.
A elevação nada tem a ver com o reajuste do preço do diesel na refinaria, anunciado pela Petrobras na semana passada. A Fecombustíveis lembra que, desde janeiro de 2010, todo diesel rodoviário comercializado no Brasil possui 5% de biodiesel, o chamado B5.
Em entrevista dada hoje (30), à Agência Brasil, o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares, ressaltou que o aumento de 3,4%, concedido na semana passada, para o diesel vendido em suas refinarias, não impactou o consumidor, tendo em vista que o governo federal zerou a alíquota relativa à Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide).
“Esse repasse médio de dois centavos decorre exclusivamente do aumento do óleo vegetal. No caso, é o biodiesel que é misturado ao diesel convencional. Segundo o atual modelo de comercialização de combustíveis no Brasil, o posto revendedor não pode comprar produto diretamente da refinaria ou das usinas, adquirindo-o exclusivamente das distribuidoras”, disse.
Assim, o preço do diesel, inevitavelmente, acaba vinculado ao valor cobrado pelas distribuidoras. O presidente da Fecombustíveis ressaltou que o mercado é livre e competitivo em todos os segmentos, e que, portanto, caberá a cada distribuidora e posto revendedor decidir se repassa ou não ao consumidor os maiores preços, bem como em qual percentual, de acordo com suas estruturas de custo.
“Nós estamos alertando os consumidores sobre a possibilidade do aumento porque as companhias distribuidoras já nos avisaram que estão comprando esse óleo [biodiesel] mais caro e que teriam que repassar este aumento. É preciso ressaltar, ainda, que as margens de comercialização do óleo diesel são muito pequenas – são as menores dentre todos os derivados. Eu acredito que dificilmente o revendedor consiga absorver o aumento sem repassá-lo ao consumidor final”, disse.


Fonte: Agência Brasil

Operadoras de telefonia estão proibidas de vender celular bloqueado



O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) proibiu as empresas de telefonia móvel a vender aparelhos celulares bloqueados ao consumidor. Se descumprirem, as operadoras podem ser multadas em R$ 50 mil.
A decisão foi tomada pela 5ª turma do tribunal, divulgada na última sexta-feira pelo órgão, em resposta a um recurso apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a sentença de um juiz de primeira instância favorável à prática do bloqueio dos aparelhos. Ainda cabe recurso da decisão.
O MPF argumenta que o bloqueio dos celulares caracteriza a prática conhecida como fidelização, obrigando o consumidor a ficar "ligado a uma única operadora". Já as empresas de telefonia móvel alegam que a fidelização é autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e que, "para conceder determinados benefícios, a operadora arca com o preço do aparelho e acaba por transportar determinados encargos para o mercado".
O relator do processo, desembargador federal Souza Prudente, rebateu o argumento das empresas. De acordo com ele, a norma da Anatel é equivocada por propiciar a venda casada, o que "configura uma violência contra o consumidor".
Para a desembargadora federal Selene Almeida, que acompanhou o voto do relator, a fidelização afronta os direitos do consumidor, porque o que as empresas "estão fazendo, através de descontos concedidos em troca de aparelhos, é restituirem-se do desconto com a prestação do serviço, já que o valor das mensalidades acaba por pagar, com sobras, os benefícios concedidos", segundo informações publicadas na página do TRF-1 na internet.








Fonte: Agência Brasil

Estão abertas até segunda-feira inscrições para o ProUni


 As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) vão até segunda-feira (2). Para o segundo semestre de 2012, estão disponíveis 90.311 bolsas. Desse total, 52 mil são integrais e 37 mil, parciais, que custeiam 50% da mensalidade. As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente pela internet, no site do ProUni.

O ProUni oferece bolsas de estudos a alunos de baixa renda em instituições particulares de ensino . Podem se candidatar estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escola pública ou em estabelecimento particular na condição de bolsista. Também é pré-requisito ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 e atingido pelo menos 400 pontos na média das provas objetivas, além de não ter zerado a nota da redação.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar per capita mensal até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais podem ser pleiteadas por quem tem renda familiar per capita até três salários mínimos.

Ao acessar o sistema, o candidato poderá escolher até duas opções de curso, elegendo sua prioridade. A lista dos pré-selecionados será divulgada em 5 de julho. Haverá ainda uma segunda chamada, prevista para 20 de julho.


Fonte: Agência Brasil

Relógios da Terra ganham 1 segundo à meia-noite deste sábado (30)


Medida serve para sincronizar o horário com o período de rotação da Terra.
Esta é a 25ª vez que ajuste ocorre; a última foi em 31 de dezembro de 2008.


À meia-noite deste sábado (30), os relógios de todo o mundo vão ganhar um segundo a mais. O mês de julho, portanto, só vai começar após as 23 horas, 59 minutos e 60 segundos.
A medida foi determinada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em janeiro e serve para ajustar o horário universal com o período de rotação da Terra.
Esta é a 25ª vez que esse acréscimo acontece. A última foi há três anos e meio, em 31 de dezembro de 2008.
Isso acontece porque um giro do nosso planeta em torno de si mesmo leva um dia, mas essa duração astronômica de 24 horas não é fixa, ou seja, pode ser um pouco mais rápida ou lenta dependendo de uma série de fatores.
Relógios da Terra vão ganhar um segundo à meia-noite deste sábado (30)                                     (Foto: NASA/GSFC/Suomi NPP)


Por causa da força gravitacional que o Sol e principalmente a Lua exercem sobre a Terra, os relógios atômicos – que são os mais precisos do mundo, responsáveis por determinar o horário oficial de Greenwich – precisam ser atualizados de tempos em tempos.
Esse ajuste serve para evitar uma diferença significativa ao longo de centenas de anos e impedir que o nosso horário marque meio-dia quando, na verdade, seriam apenas 10h da manhã.
A proposta da ONU foi apresentada em Genebra, na Suíça, por pesquisadores do Serviço Internacional de Sistemas de Referência sobre a Rotação da Terra, que verifica se os relógios humanos estão em sincronia com o planeta.
Além de ganhar um segundo neste sábado, 2012 é um ano bissexto, com um dia extra (29 de fevereiro) adicionado ao calendário.

Fonte: G1

Inscrições para o Fies começam no dia 2 de julho; saiba como fazer


Programa financia até 100% do valor das
mensalidade, com juros de 3,4% ao ano

Os interessados em contratar o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) devem ficar atentos. Está previsto para o dia 2 de julho, primeiro dia útil do mês, o início das inscrições para o Sistema de Financiamento ao Estudante (SisFies), primeiro passo para a contratação do financiamento.
“Neste momento o candidato deverá informar os dados pessoais, do seu curso, da instituição de interesse e as informações sobre o financiamento solicitado”, afirma Jamille Knop, Gerente Operacional do FIES Brasil, programa mantido por instituições de ensino superior privadas que presta consultoria gratuita aos alunos que desejam contratar o Fies. Antes de efetuar a inscrição no SisFies, o estudante pode fazer o cadastro e uma simulação no site www.fiesbrasil.com.br, onde terá acesso a todos os prazos e valores a serem pagos em cada etapa.
O Fies é o melhor financiamento para o ensino superior que existe hoje no mercado. Desde 2010, financia até 100% do valor das mensalidades do curso com juros de 3,4% ao ano e, durante o período de vigência da graduação, o aluno paga até R$ 50,00 a cada três meses, taxa referente aos juros. Para mais informações acesse: http://www.fiesbrasil.com.br/ ou entre em contato com a central de atendimento através do             0800 – 8007788       nas capitais e regiões metropolitanas e do 4007-1808 para as demais localidades.


Fonte: Assessoria / Tudo na Hora

Feira de adoção de cães e gatos começa às 10h, na praça do Santo Eduardo


Animais estão prontos para receber novos lar

Aqueles que amam bichinhos de estimação devem ficar atentos à oportunidade que acontecerá neste sábado (30). Uma feira de adoção promovida pelo Grupo Vida Animal de Maceió (GVAM) irá expor cães e gatos entre as 10h e 17h.
O evento irá acontecer em frente ao colégio Inei, na pracinha do Santo Eduardo. No local, vários animais estarão prontos para receberem um novo lar.
O grupo que cuida de animais abandonados também irá aceitar doações de ração. Quem quiser mais informações pode telefonar para 8888-6570 ou 9625-3013.



Fonte: Assessoria / Tudo na Hora

Partidos escolhem neste sábado candidatos às eleições municipais

Os partidos políticos que ainda não definiram os candidatos que disputarão as eleições municipais deste ano têm até este sábado para escolher os nomes de seus representantes que serão homologados no Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE). Na capital do estado, pelo menos, oito partidos fazem convenções e definem os candidatos para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) deve oficializar o nome do ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa, durante evento no Clube Fênix, no bairro de Jaraguá. A convenção do partido está prevista para acontecer a partir das 9h.

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) deve apresentar o nome do deputado federal Rui Palmeira, durante evento no Iate Clube Pajuçara, no bairro que dá nome ao clube. A convenção do partido está prevista para iniciar às 9h.

O Democratas (DEM) deve oficializar o nome do deputado estadual Jefferson Moraes como candidato à prefeitura de Maceió, em evento que acontece no Colégio Monte Sinai, no bairro do Jacintinho. A convenção acontece a partir das 10h30.

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) deve apresentar o nome de Galba Novaes como o candidato à prefeitura da capital alagoana, em evento no Instituto Galba Novaes, no bairro do Tabuleiro do Martins. A convenção inicia a partir de 9h.

O Partido Progressista (PP) informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que também apresentará um nome para a disputa, mas não adiantou o nome do candidato. A convenção vai acontecer às 9h, na sede do partido, na Jatiúca.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) deve oficializar o nome de Alexandre Fleming como candidato à prefeitura. A convenção do partido deve ter início a partir de 9h, na Câmara Municipal de Maceió, no Centro.

O Partido Social Democrático (PSD) fez sua convenção nessa sexta-feira e decidiu apoiar o candidato escolhido pelo PDT. O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) fez convenção na última quarta-feira e decidiu apoiar o candidato do PSOL.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

SUS inicia distribuição de remédio para Alzheimer fabricado no país


15 milhões de idosos sofrem com a doença

O laboratório do Instituto Vital Brazil (IVB), localizado em Niterói, na região metropolitana da capital fluminense, entregou hoje (29) às secretarias estaduais de Saúde os primeiros lotes de rivastigmina, medicamento destinado ao tratamento dos portadores de Alzheimer. A fórmula foi desenvolvida nacionalmente após a patente do proprietário original ter expirado.
Estão sendo entregues quatro toneladas do remédio, que serão distribuídas gratuitamente. A quantidade é capaz de atender ao total da demanda do país. De acordo com dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz), cerca de 6% dos 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos sofrem com a doença.
O vice-presidente do IVB, Bernardo Horta, disse que o projeto é fruto de uma nova política de governo federal que, por meio de legislações específicas, incentivou a produção nacional da rivastigmina, fortalecendo o campo da saúde através de uma parceria público-privada.
De acordo com Horta, o processo de produção teve início há dois anos, quando o IVB constituiu uma parceria que envolvia o laboratório Laborvida, do Rio de Janeiro, e o laboratório EMS, de São Paulo, o maior produtor do país no campo dos medicamentos genéricos.
“Foi necessária muita pesquisa para desenvolver a formulação do medicamento. Um laboratório multinacional detinha a sua patente, que foi posteriormente expirada. Isso propiciou o processo de desenvolvimento da formulação do medicamento. A partir daí, resultou o registro na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], e foi então iniciada a sua produção”, disse Horta.
Segundo o vice-presidente, o remédio deve estar disponível a partir de julho, e será entregue trimestralmente. O Ministério da Saúde será o responsável pela distribuição nacional gratuita do medicamento, por intermédio do Sistema Único de Saúde (SUS).
“O medicamento vai ser distribuído hoje a todos os almoxarifados de todas as secretarias de todos os estados da Federação. Haverá ainda uma destinação ao almoxarifado do ministério em Brasília, [para formação] do chamado estoque estratégico, ou seja, se faltar esse medicamento em algum local, por acréscimo de demanda, vai existir um quantum que poderá ser encaminhado”.
O Alzheimer é uma doença degenerativa, caracterizada pela perturbação das funções cognitivas, e é ainda incurável e progressiva, levando à morte. Esses sintomas muitas vezes são acompanhados pela deterioração do comportamento social, da motivação e do controle emocional.
Para a distribuição dos lotes, o Instituto Vital Brazil firmou com o Ministério da Saúde contrato de cinco anos, com o compromisso de atender toda a demanda nacional necessária. O medicamento a ser entregue possui formulações que variam de 1,5 mg a 6 mg, em embalagens de 15 cápsulas cada.


Fonte: ABr

Peritos rejeitam proposta da Defesa Social e greve continua

Categoria fez assembleia para avaliação e decidiram manter a paralisação


Em assembleia realizada nesta quinta-feira (29), no Centro de Ciências Biológicas (CCBI), peritos oficiais e auxiliares decidiram manter a greve. O momento foi para discutir as propostas do secretário Dário César que se reuniu na noite anterior com uma comissão na Secretaria de Defesa Social (Seds).

Os servidores da Perícia Oficial não aceitam somente a bolsa qualificação (que é temporária, garantida mediante cursos) oferecida pelo governo do Estado e reforçado pelo secretário como sendo suficiente para que retornassem ao trabalho. Eles querem a incorporação do piso nacional conforme o prometido à categoria por Teotonio Vilela Filho.

Além disso, os profissionais não abrem mão das condições de trabalho e também da saída do coronel Roberto Liberato. “Antes pregaram que fazíamos corporativismo e por essa razão não aceitávamos o coronel. Na verdade, já pressentíamos que uma pessoa alheia à perícia não daria certo. Um ano após podemos provar com todas as letras que estávamos certos. Queremos uma pessoa do meio e que possa entender as carências do órgão e encontrar soluções”, afirma a perita Sueli.

Para o perito Nicholas Passos também não adianta somente o reajuste salarial. “Queremos condições de atuar. Não adianta termos o equipamento se não temos condição de mantê-lo. Se não temos onde instalar. O nosso laboratório não existe, temos profissionais especializados, porém impedidos de realizar exames. Então, nossa greve é por todo o contexto”, afirma Passos.

O presidente da Associação dos Peritos Oficiais e Auxiliares de Alagoas (Apoal), Paulo Rogério, com a comissão, ficou de levar ao secretário Dário César, da Defesa Social, as deliberações na assembleia. 

PCC

Os médicos teriam retornado da greve, conforme o noticiado na imprensa, mediante a promessa da implantação do Plano de Cargos Carreira e Salários (PCCS), pelo governo do Estado, o que teria provocado insatisfação no restante dos servidores, já que pertencem à mesma categoria.

Porém, durante encontro com César, ele teria mantido contato com o secretário da Gestão Pública, Alexandre Lages, para saber sobre o assunto, e este garantido não existir a promessa aos médicos. 

Antes do encontro com o chefe da Seds, os peritos oficiais e auxiliares conversaram com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, e esta afirmado que todos os benefícios teriam que acontecer de forma unificada e não com desmembramento da categoria.






Fonte: Gazetaweb / Assessoria

Comerciantes da capital reclamam do movimento em pleno feriado

Segundo lojista, vendas do varejo caíram 8% em relação ao ano passado


Em pleno feriado de Floriano Peixoto, as lojas do comércio de Maceió abriram em horário normal, das 08 às 18h. Porém, o movimento de consumidores não agradou os comerciantes, tendo em vista o reduzido fluxo de clientes. De acordo com os vendedores entrevistados pela Gazetaweb, o movimento caiu “consideravelmente” em relação ao ano passado. 

Segundo Luana Wanessa dos Santos, vendedora de uma loja de calçados, boa parte da clientela já realizou suas compras. “Não está bom. Também não vejo sentido abrir as lojas em um dia como este”, pontuou. 

Já a supervisora de uma loja de varejo, Caroline Rodrigues, também considera que a investida de consumidores no calçadão - seja para fazer compras ou para operações em agências bancárias - esteve aquém do desejado pelo setor empresarial. 

“Nós sempre esperamos que dê certo. Contudo, já posso dizer que o ano passado foi bem melhor, já que registramos uma queda de oito por cento no número de vendas”, afirmou Caroline, destacando que o melhor período para as vendas compreendeu o intervalo entre as 8h e as 14h. 

O setor de eletrodomésticos também não sentiu o reflexo da baixa procura. “Fraco demais. Só estamos tendo resultados na linha branca, devido à proximidade do prazo para término da redução no IPI, já que os preços não mais serão os praticados hoje. Por isso, temos de encontrar outras maneiras de atrair o público”, afirmou um gerente, que preferiu não se identificar.








Fonte: Gazetaweb

IBGE: maiores percentuais de pessoas com deficiência estão entre pretos e amarelos


Veja também: 

Pessoas com deficiência representam 24% da população brasileira, mostra censo


Os maiores percentuais de pessoas com deficiência foram encontrados entre os brasileiros que se declararam pretos ou amarelos. Em cada um desses grupos, quase três em cada dez têm algum tipo de deficiência, de acordo com o Censo Demográfico 2010 – Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência, divulgado hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a coordenadora do Comitê do Censo Demográfico do IBGE, Andréa Borges, essa situação reflete o menor acesso dessa parcela da população aos equipamentos chamados de facilitadores, como óculos, bengalas ou aparelhos auditivos. A definição de pessoas com deficiência usada pela pesquisa foi baseada na declaração do entrevistado de ter alguma dificuldade ou impossibilidade mesmo que faça uso desses equipamentos.

“As pessoas que têm menos rendimento acabam tendo menos acesso aos facilitadores, capazes de tornar a deficiência inexistente ou mais leve”, afirmou.

Os níveis de rendimento mais baixos e as condições de vida menos favoráveis também foram apontados pela coordenadora do IBGE como explicação para o fato de a Região Nordeste concentrar os municípios com os maiores percentuais de população com pelo menos uma das deficiências investigadas. Apenas no Rio Grande do Norte, 12% de seus municípios tinham mais de 35% de sua população nessa situação.

Andréa Borges destacou, no entanto, que também foram encontrados municípios com percentuais elevados no Sul e no Sudeste, mas por um motivo diferente. Nesses casos, a perda das capacidades auditiva, motora ou visual pode ser atribuída ao envelhecimento da população. De acordo com o levantamento, considerando todo o país, quase sete em cada dez idosos (pessoas com 65 anos de idade ou mais) declararam ter alguma deficiência. Na outras faixas etárias, a proporção de pessoas com deficiência é bem menor: 7,5% na faixa até 14 anos e 24,9% na que vai de 15 a 64 anos.

Segundo o documento, a população feminina com alguma deficiência apresentou percentuais superiores para qualquer cor ou raça declarada, sendo que a maior diferença foi encontrada entre as mulheres (30,9%) e os homens (23,5%) de cor preta: 7,3 pontos percentuais. Por outro lado, entre os indígenas, foi observada a menor diferença percentual entre homens (18,4%) e mulheres (21,8%)



Fonte: Agência Brasil

Vontade de Zinho dá sobrevida a Dunga, mas Sampaoli ainda é favorito


Diretor quer ex-companheiro de Seleção como novo técnico do Flamengo. Argentino é o voto de outra ala da cúpula do futebol


Dunga é o preferido de Zinho para comandar o Fla
Jorge Sampaoli é o mais cotado para ser o sucessor de Joel Santana no Flamengo, mas não o único. Enquanto o atual treinador do Universidad de Chile é um desejo da maior parte da cúpula do futebol e foi procurado pelo clube na última quarta-feira, o diretor de futebol Zinho mantém Dunga na disputa. O voto do dirigente é pelo ex-técnico da Seleção, companheiro na conquista da Copa do Mundo de 1994 e amigo dele.
Até quarta, Dunga era, de fato, um nome forte para assumir o posto. O treinador serviu de balão de ensaio. Integrantes da cúpula de futebol do Rubro-negro planejaram divulgar a possibilidade de contratá-lo para ter uma ideia da repercussão. Tendo a imprensa, redes sociais, entre outras manifestações no mundo real e virtual, como termômetro, alguns dirigentes ficaram assustados com o índice de rejeição ao capitão do tetra. Ainda assim, Zinho não desistiu.
O argentino Sampaoli é o preferido de três vice-presidentes. O de finanças, Michel Levy; o de futebol, Paulo Cesar Coutinho, e o de relações externas, Walter Oaquim. Coutinho e Oaquim, aliás, defenderam a contratação de Sampaoli há quase cinco meses, quando Vanderlei Luxemburgo foi demitido e Joel assumiu. O vice-presidente Hélio Paulo Ferraz também é um entusiasta do negócio.
Aos 48 anos, Dunga está sem trabalhar desde a eliminação da Seleção Brasileira para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010. Apesar da vontade de Zinho, o nome e alguns métodos de trabalho provocam questionamentos internos. Durante o Mundial da África do Sul, a relação do técnico com a imprensa foi de constantes atritos.
Jorge Sampaoli tem a preferência de três
vice-presidentes do Fla 
Aos 52 anos, fã de Marcelo Bielsa, Sampaoli tem se destacado desde 2011 no Universidad de Chile. Conquistou o título chileno e a Copa Sul-Americana. Na atual temporada, levou La U à semifinal da Libertadores da América, mas acabou eliminado pelo Boca Juniors, da Argentina. O time dele está na decisão do Torneio Apertura chileno (perdeu a primeira partida para o O'Higgins nesta quinta-feira: 2 a 1).
A maior preocupação é com a adaptação de Sampaoli ao futebol brasileiro. Os treinamentos do técnico têm grande ênfase na parte tática, bem diferentes do dia a dia no Brasil. Além disso, hábitos como fechar grande parte dos treinos para a imprensa poderiam não ser bem aceitos por aqui.
No contato inicial feito pela diretoria rubro-negra, a resposta de Sampaoli foi positiva, mas a negociação só vai poder ser concretizada a partir da próxima terça-feira, dia seguinte ao segundo e decisivo jogo do Apertura.
Enquanto o Flamengo está entre Jorge Sampaoli e Dunga, Joel Santana prepara normalmente a equipe para o próximo jogo do Brasileirão. No domingo, às 18h30m (de Brasília), no Rubro-Negro recebe o Atlético-GO, no Engenhão, pela sétima rodada. É possível que o técnico comande o time à beira do campo, apesar de estar ciente de que a saída é questão de tempo.

Fonte: G1

Pessoas com deficiência representam 24% da população brasileira, mostra censo


Quase 46 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência: mental, motora, visual ou auditiva. Esse número corresponde a 24% da população total do país. Embora 95% das crianças com deficiência com idades entre 6 e 14 anos estejam na escola, patamar bem próximo ao verificado entre as pessoas sem nenhuma das deficiências investigadas (97%), outros indicadores, como grau de instrução e posição no mercado de trabalho, revelam uma situação menos favorável dos brasileiros que têm algum tipo de deficiência.
A constatação faz parte do Censo Demográfico 2010 – Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência, divulgado hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
De acordo com o levantamento, enquanto 61,1% da população de 15 anos ou mais com deficiência não tinham instrução ou cursaram apenas o fundamental incompleto, esse percentual era de 38,2% para as pessoas dessa faixa etária que declararam não ter nenhuma das deficiências investigadas, representando uma diferença de 22,9 pontos percentuais.
No que se refere ao rendimento, o estudo aponta que 46,4% das pessoas ocupadas, com 10 anos ou mais de idade, entre os que têm deficiência, ganhavam até um salário mínimo ou não tinham rendimento. Já entre a população sem qualquer deficiência, essa era a realidade de 37,1%, o que indica uma diferença de mais de 9 pontos percentuais entre os dois grupos.
Segundo a coordenadora do Comitê do Censo Demográfico do IBGE, Andréa Borges, o levantamento aponta que para corrigir essas distorções são necessárias políticas públicas mais fortes que incentivem essa parcela da população a aumentar seu grau de instrução, o que interfere diretamente nos níveis de rendimento.
“Os dados revelam que a maioria das pessoas que têm deficiência está concentrada em níveis de instrução e de rendimento muito baixos. Já existem políticas públicas nesse sentido, mas elas podem ser melhoradas para que haja maior incentivo para que essa parcela de brasileiros não pare de estudar ao concluir o ensino fundamental, mas que vá adiante. Enquanto 10,4% dos que não têm deficiência tem [ensino] superior completo, apenas 6,7% das pessoas com deficiência estão nesse patamar”, ressaltou.
O levantamento aponta ainda que, em 2010, a população ocupada com pelo uma das deficiências investigadas representava 23,6% (20,3 milhões) do total ocupado (86,3 milhões) no país. Além disso, mais da metade (53,8%) dos 44 milhões de pessoas com deficiência em idade ativa (10 anos ou mais) estava desocupada ou não era economicamente ativa.
Em relação ao total da população desocupada ou não economicamente ativa, que somava 75,6 milhões em 2010, as pessoas com deficiência representavam 31,3%.
O documento constatou também que a maioria das pessoas com deficiência ocupadas era empregada com carteira assinada (40,2%), uma diferença de 9 pontos percentuais em relação à população sem nenhuma das deficiências investigadas (49,2%).
Já os percentuais de trabalhadores com deficiência classificados nas categorias por conta própria (27,4%), sem carteira (22,5%), militares e funcionários públicos estatutários (5,9%) e não remunerados (2,2%) são maiores do que na população sem deficiência (20,8%, 20,6% e 5,5%; 1,7%, respectivamente). Na categoria empregador, há uma diferença de 0,3 ponto percentual entre a população sem (2,1%) e com (1,8%) deficiência.



Fonte: Agência Brasil

Aprovação pessoal de Dilma se mantém estável em 77%, diz Ibope

Pela pesquisa, subiu para 59% os que consideram o governo bom ou ótimo. Levantamento foi feito de 16 a 19 de junho; margem de erro é de 2 pontos


A aprovação pessoal da presidente Dilma Rousseff manteve-se estável, em 77%, de acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta sexta-feira (29). Já a aprovação ao governo subiu, de 55% para 59% dos entrevistados, que que consideram o governo bom ou ótimo.

Ainda segundo o Ibope, 18% dos eleitores desaprovam a maneira de Dilma de governar; 5% não souberam responder a esse quesito. Na pesquisa anterior, o percentual de desaprovação era de 19% e variou dentro da margem de erro.

O índice dos que consideram o governo "regular" caiu de 34% para 32%. Manteve-se estável em 8% o percentual dos que classificam o governo como "ruim ou péssimo". Dos entrevistados, 1% não soube responder sobre a gestão.

A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Entre 16 e 19 de junho, o Ibope ouviu 2.002 eleitores com 16 anos ou mais em 141 municípios.

O último levantamento do Ibope, divulgado em 4 de abril, foi medido em março e havia mostrado que a aprovação da maneira de Dilma governar havia saltado de 72% para o recorde de 77%, índice que se manteve estável na atual pesquisa.

Quanto ao governo, aprovado por 59%, a melhora na avaliação está ligada à economia. As três áreas melhor avaliadas na comparação com março foram: taxa de juros (49% de aprovação), combate à inflação (46%) e impostos (31%).

Na comparação com o governo anterior, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve a vantagem. Para 24%, a gestão Dilma é pior que a de Lula e para 16%, tem sido melhor. O saldo negativo para o governo Dilma manteve-se igual ao da pesquisa anterior, de oito pontos percentuais.








Fonte: G1

Protetores de Animais em Maceió realizam 'Campanha do Agasalho' para ajudar animais do CCZ de Maceió


Ajude os animais doando materiais
para coibir frio no CCZ de Maceió

O inverno chegou e junto com ele, o frio e as chuvas vêm tomando conta do dias em Maceió. Assim como a população humana não está acostumada com as temperaturas baixas na cidade, a população animal também vem sofrendo com o frio.
No Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Maceió, que abriga centenas de animais abandonados a situação é preocupante, pois não há panos, lençóis e colchonetes suficientes para toso os animais, e muitos deles se esquentam apenas com jornais.
Protetores animais de Maceió já vem se mobilizando com o intuito de arrecadar toalhas e já divulgam a Campanha do Agasalho 'Animal' e solicita através da solidariedade da população, a doação de mantas, colchonetes, lençóis entre outros materiais para ajuda a instituição e para contribuir basta entrar em contato pelos números (82) 9116.1059 / 8815.9099.
Ou ligue para o CCZ de Maceió e faça a sua doação pessoalmente:             (82) 3315-3714      .
Animais para adoção
Que tal aproveitar o momento e fazer uma visita sem compromisso aos animais para adoção pelo CCZ de Maceió. Veja alguns que está lá a espera de uma novo e feliz lar.

Divulgações 











Fonte: Primeira Edição