terça-feira, 17 de julho de 2012

Aumenta 60% oferta de medicamentos para asma

Cerca de 47,4 mil pessoas já retiraram gratuitamente medicamentos para asma em municípios que contam o programa Farmácia Popular.Em junho o Ministério da Saúde começou a distribuição de medicamentos para asma gratuitamente. A ação faz parte do Plano Brasil Sem Miséria e, desde então, cerca de 83.400 pessoas em todo o país já retiraram os medicamentos nas farmácias populares. Isto representa um aumento de 60% de acesso ao medicamento.
Segundo pesquisas do Ministério da Saúde, mais da metade das pessoas atendidas vivem em municípios de extrema pobreza. Os dados revelam o principal objetivo da ação que é combater a miséria na primeira infância e beneficiar a saúde das crianças que vivem nessa situação.


A inclusão dos medicamentos para asma no programa Saúde Não Tem Preço aconteceu após a gratuidade da hipertensão e diabetes, em 2011, e depois de o ministério perceber que a venda dos medicamentos para esta doença ter apresentado o maior crescimento nas farmácias populares, chegando a 322%, entre fevereiro de 2011 e abril de 2012.
Além disso, a asma está entre as doenças crônicas não transmissíveis, consideradas importantes do ponto de vista epidemiológico.


Fonte: O correio do povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário