sábado, 28 de julho de 2012

CRB desperdiça gols e perde para o Vitória-BA por 1 a 0, no Barradão


Galo volta atuar na próxima terça-feira (31) contra o Ipatinga-MG
Até que o CRB tentou segurar o empate contra o Vitória-BA, mas acabou derrotado por 1 a 0 com um gol sofrido aos 39 minutos do segundo tempo e marcado pelo atacante Neto Baiano, que se despediu do Rubro-negro baiano para atuar no futebol japonês. A partida que foi válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, foi disputada no estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador (BA).
Com o resultado, o Galo caiu uma posição e figura na 11ª posição com 17 pontos. Já o Rubro-negro baiano continua na segunda colocação na tabela de classificação com 31 pontos, em 13 jogos disputados. Na próxima rodada, a 14ª da Série B, o time do CRB recebe o Ipatinga-MG, na próxima terça-feira (31), às 21h50, no estádio Rei Pelé. Já a equipe do Vitória-BA vai encarar o São Caetano, também na próxima terça-feira (31), no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).
Antes do início do jogo, o técnico Roberto Fonseca previa que o Vitória-BA viria para cima do CRB nos primeiros 15 minutos, uma vez que jogava diante de seus domínios, e pediu para que seus comandados segurassem o ímpeto o adversário, evitando qualquer tipo de erro, bem como valorizar a posse de bola e buscar sofrer a falta para explorar a bola parada. “Vai ser pressão total. Não pode errar passe. Tem que bater a bola na frente e não deixar a bola voltar. Não pode errar tiro de meta. Tem que valorizar a posse de bola. A gente tem que quebrar a sintonia da equipe do Vitória-BA com a torcida”, disse Roberto Fonseca antes do começo da partida.
No primeiro tempo, o time do CRB cumpriu tudo certinho. Na volta ao segundo tempo, os jogadores fizeram o que o treinador pediu até aos 39 minutos, quando Neto Baiano superou a retranca do Galo, bem como o goleiro Cristiano que estava quase intrasponível, e fez o gole da Vitória-BA do Rubro-negro.
PRIMEIRO TEMPO  – E a equipe baiana começou o jogo como havia previsto o treinador do CRB: pressão total. O time do Vitória-BA deu início as suas investidas com o atacante Neto Baiano, que faria sua última partida pelo Rubro-negro baiano, uma vez que irá atuar no futebol japonês. Mas o lance de Neto Baiano não assustou o goleiro Cristiano que fez defesa fácil.
Minutos depois, Marquinhos colocou o goleiro do CRB para trabalhar  por duas vezes em lances distintos. No primeiro momento de perigo, Cristiano voltou a fazer uma defesa fácil. Mas no segundo lance, o arqueiro teve que mostrar reflexo e colocou a bola para escanteio.
Cumprindo bem à risca o que Roberto Fonseca pediu no começo da partida, o CRB se defendeu bem e conseguiu evitar sofrer gol nos 15 minutos iniciais. E após a pressão de início de jogo, o time do Galo conseguiu encontrar um espaço para respirar e imprimir um contra-golpe. Geovani acionou Preto que mandou a bola na área para Jadilson que perdeu grande chance de gol. Apesar do lance de perigo, o CRB não conseguiu equilibrara a partida e seguiu se defendendo como podia.
No decorrer do primeiro tempo, o volante Gercimar sentiu dores no púbis e teve que deixar o campo, sendo substituído por Diego Aragão.
O primeiro tempo encerrou-se com o placar 0 a 0. Apesar de a partida ter terminado em um empate sem gols como havia pedido, Roberto Fonseca reclamou da chance perdida pelo CRB com Jadilson e disse que quer mais ímpeto dos jogadores. “A coisa está dentro daquilo que a gente queria, mas é preciso segurar a bola por mais tempo lá na frente. Tivemos oportunidade, mas precisamos ser mais incisivo e enfático. É preciso errar o mínimo possível de passe para chegar com melhor qualidade ao ataque”, disse Roberto Fonseca ante de ir ao vestiário.
O zagueiro Rodrigão também ao deixar o campo reclamou da oportunidade perdida por Jadilson e disse que o time cumpriu o que o treinador pediu. “Tudo o que o Roberto pediu para nós aconteceu. O Vitória saia com três atacantes, deixando os laterais. Faltou capricho. A proposta que Roberto pediu, nós cumprimos que é ficar bem postado, mas agora falta concluir a oportunidade”, disse.
SEGUNDO TEMPO – Na volta para a etapa final, o técnico Paulo César Carpegiani tirou Dener e colocou Artur Maia.
Ao contrário do primeiro tempo, o CRB que começou levando perigo para a meta do Vitória-BA. Luciano recebeu lançamento, dominou e soltou o petardo. A bola foi com efeito e passou por cima do gol do arqueiro do Vitória-BA. Em seguida, Leilson deixou o campo para dar lugar ao Marcelo Nicácio.
Após a mudança, Neto Baiano descontou deu o troco do primeiro ataque do CRB e colocou o goleiro Cristiano para atuar no segundo tempo. Minutos depois, Cristiano teve que intervir e evitar mais um ataque do Galo.
Em seguida, Cristiano voltou a fazer grande defesa e evitou um gol cristalino do Vitória-BA. Marquinhos chutou cruzado para a entrada do Nicácio que entrava para empurrar a bola para o fundo do gol, mas Cristiano se esticou todo e pulou dando um tapa na bola tirando a bola da trajetória de Nicácio.
Diante da pressão do Vitória-BA, Roberto Fonseca colocou o volante Vitor para segurar o Vitória-BA.
Para não deixar barato, Geovani arriscou de longe, mas a bola passou por cima do gol de Deola. Após o lance, Geovani foi substituído por Thiago Bezerra, que entrou para atuar como meia-atacante.

Minutos depois, Neto Baiano tentou abrir o placar, mas encontrou o goleiro Cristiano que voltou a fazer grande defesa.
Depois ficaram cara a cara, Preto e Deola. Deola e Preto. Mas o atacante Preto desperdiçou a chance mais clara de gol da partida, a chamada bola de jogo.
E como a máxima do futebol diz que quem faz leva, o CRB acabou sofrendo o gols aos 39 minutos. Nicácio tocou para o atacante Neto Baiano, que deu a vitória ao Rubro-negro baiano em sua despedida para o futebol japonês.
O gol do Vitória-BA não mostrava o que realmente foi o jogo, uma vez que minutos depois, Thiago Gomes perdeu um gol claro literalmente embaixo da trave colocando a bola por cima.


Fonte: Primeira Edição

Nenhum comentário:

Postar um comentário