domingo, 22 de julho de 2012

Investimentos em rodovias desenvolvem turismo alagoano


Nos últimos cinco anos, DER implantou, restaurou e reconstruiu mais de mil km de rodovias
O Governo de Alagoas investiu mais de R$ 560 milhões em infraestrutura rodoviária nos últimos cinco anos. O volume de investimentos foi aplicado em cerca de mil quilômetros de rodovias, entre implantações, restaurações, duplicações e reconstruções em todo o Estado. São obras que levam qualidade de vida para a população e desenvolvimento econômico para municípios do interior e da região metropolitana de Maceió, principalmente por contribuírem para o crescimento do turismo alagoano.
A priorização de grandes obras de infraestrutura rodoviária tem sido fundamental para garantir a manutenção do número de turistas no Estado. Por isso, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) intensificam as ações do setor.
Recebemos uma grande missão em 2007, que foi levar acessibilidade para municípios alagoanos até então isolados", destaca o diretor-presidente do DER, Marcos Vital. "Cinco anos depois, além de restaurar 75 acessos municipais, o DER executa importantes obras que marcam o desenvolvimento turístico como a duplicação da AL-101 Sul, a restauração e duplicação da AL-220 e a Alça da Flamenguinha”.
De acordo com a secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, o turismo é um dos eixos econômicos prioritários para o Governo de Alagoas e precisa estar integrado às ações de infraestrutura. “A sinergia com outras pastas é um dos grandes diferenciais dessa gestão. À medida em que duplicamos o número de leitos, aumentamos a nossa oferta enquanto destino, aumentando também o nosso compromisso e responsabilidade com a infraestrutura. A Seinfra e o DER têm atendido os pleitos dos setor, elaborando e executando projetos que beneficiam a população alagoana e, consequentemente, apresentam aos turistas a realidade e o profissionalismo de uma gestão que trabalha com seriedade”, afirma Novis.
Confira algumas obras turísticas do Estado:
Duplicação AL- 101 Sul – obra está 95% concluída
A obra de duplicação da AL-101 Sul fortalecerá, principalmente, o turismo da região das lagoas e mares do Sul. Cidades turísticas como a Barra de São Miguel e Marechal Deodoro (Francês) serão beneficiadas com a ação do Governo de Alagoas. A duplicação também desafogará o trânsito daqueles que utilizam a rodovia AL-101 Sul, como entrada e saída de Maceió.
A duplicação se estende por 25,8 km da AL-101 Sul, entre o Pontal da Barra, em Maceió, e o Trevo do Gunga, na Barra de São Miguel. Até agora, 15,3 km da duplicação já foram liberados para tráfego. Ao longo da rodovia, quatro pontes estão sendo duplicadas: a Divaldo Suruagy, a Engenheiro Celso Araújo (Massagueira), a Maceiozinho e a ponte sobre o Rio Niquim.
A duplicação da AL-101 Sul inclui ainda a construção de três novos viadutos: o viaduto do Detran, que terá mão única, no sentido Barra de São Miguel-Maceió, com 62 metros de extensão; e os viadutos do Francês e da Barra de São Miguel, que terão mão-dupla, medindo, respectivamente, 180 e 90 metros.
Alça da Flamenguinha
A obra da Alça da Flamenguinha implantará 28 km da rodovia AL-105, abrindo espaço para uma nova rota de acesso entre a parte alta de Maceió e o município de São Luiz do Quitunde, no litoral Norte de Alagoas. A implantação da rodovia já tem 18 quilômetros de terraplenagem concluídos, dos quais seis estão pavimentados.
A nova rodovia reduzirá em 32 km o trajeto de quem desembarca no aeroporto em direção ao Litoral Norte, diminuindo em consequência o tempo da viagem em 30 a 40 minutos. Além de desenvolver a Costa dos Corais, que é o segundo maior polo turístico de Alagoas, a obra vai facilitar também o escoamento da produção, melhorando o acesso à região Norte alagoana.
Duplicação e restauração da AL-220
A obra de duplicação AL-220, importante rodovia que liga a região do Agreste ao Sertão alagoano, tem início no trevo do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Arapiraca (BPTran) e segue até o trevo do Grupo Coringa. Ao todo, 6,07 km estão sendo duplicados e restaurados. A obra já está 95% concluída e faltando alguns ajustes para sua finalização.
Além do desenvolvimento de Arapiraca, segunda maior cidade de Alagoas e uma das que mais crescem no Brasil, a duplicação da AL-220 desenvolve toda a região do Agreste. A duplicação da mais importante rodovia desta região, evidentemente, trará benefícios em todos os setores, desde o social até o imobiliário e o turístico.
O DER trabalha ainda para que a rodovia AL-220, que liga o Agreste ao Sertão, seja restaurada e para que mais cidades sejam contempladas com novos acessos. Já foram recuperados 195 km da AL-220, entre Barra de São Miguel e o entroncamento entre Piranhas e Delmiro Gouveia.
Caminhos do São Francisco
A rodovia ribeirinha implantará o total de 179 km entre as rodovias AL-230 e AL- 225, perfazendo toda a orla do Rio São Francisco, indo do município de Penedo até Piranhas. O DER já finalizou um segmento do primeiro lote da ribeirinha, referente a 10 km da AL-225, no trecho do entroncamento BR-101-Porto Real do Colégio-São Brás. No total, o primeiro lote terá 45,6 km entre Penedo, Porto Real do Colégio e São Brás, e o segundo lote implantará 68,09 km entre São Brás, Traipu e Belo Monte. O terceiro lote diz respeito ao trecho entre Belo de Monte e Pão de Açúcar, onde serão implantados 24,6 km da rodovia AL-225. Já o quarto lote totaliza 40 km de rodovia entre Pão de Açúcar e Belo Monte.
Se desenvolvimento é abrir estradas, o desenvolvimento do turismo em Alagoas, da mesma forma é abrir, duplicar e preservar estradas e rodovias para o turismo.


Fonte: Primeira Edição

Nenhum comentário:

Postar um comentário