sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Alagoas acha brecha que retoma 'guerra dos portos'

Empresas podem usar precatórios para pagar ICMS sobre importações

Porto de Maceió

Empresas em Alagoas agora podem usar precatórios (títulos da dívida do Estado) para pagar ICMS sobre importações feitas com entrada pelo porto de Maceió.
A publicação do decreto estadual que criou a possibilidade, em junho, ocorreu um mês após o Senado unificar para 4% as alíquotas interestaduais do ICMS sobre produtos importados, conforme informou o jornal "Valor Econômico".
A resolução do Senado pretende acabar com a "guerra dos portos" entre os Estados. As empresas em Alagoas podem comprar precatórios dos credores do Estado (pessoas físicas e empresas) para pagar o ICMS nas importações.
"Como o credor está desesperado, acaba vendendo por menos. Os deságios vão de 10% a 70%", diz o especialista em direito tributário Édison de Siqueira.
Ele avalia a medida como um "avanço" tanto para os credores, que "não conseguem receber do Estado de outra forma", como para as empresas.
Segundo Ronaldo Rodrigues, diretor de tributação da Fazenda de Alagoas, a medida "nada tem a ver" com "guerra dos portos". "O objetivo é diminuir o passivo do Estado [com os credores]."


Fonte: Folha online

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

"Não haverá paralisações dos rodoviários", garante sindicato

Julgamento do dissídio coletivo, que ocorreria hoje à tarde, foi suspenso e remarcado para a semana que vem

Rodoviários em assembleia na porta do TRT

Uma possível paralisação dos rodoviários, nesta quinta-feira (30), foi descartada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Alagoas (Sinttro), Écio Ângelo.
O julgamento do dissídio coletivo, ação ajuizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT ) para solucionar conflitos entre empresários e rodoviários, que pleiteiam reajuste salarial, estava agendada para hoje, mas foi remarcada para a próxima terça-feira (04), às 14h.
A mobilização do sindicato nesta quinta-feira resume-se a entrega de panfletos aos motoristas e cobradores informando sobra as causas do adiamento.
“Estamos distribuindo cópias do ofício, que recebemos ontem à tarde do TRT postergando o julgamento que seria hoje, para que todos tenham ciência do que está acontecendo. Foi adiado porque a Corte tem que cumprir o regimento e ouvir Ministério Público e as partes. Para isso, existe um prazo e leva tempo", explica o sindicalista.
Écio Ângelo afirmou que ainda há uma grande distância entre o que foi ofertado pelos empresários e o que a categoria reivindica. "Eles querem atrelar a reivindicação dos trabalhadores à tarifa. Isso não é justo porque a tarifa é uma questão de empresário com SMTT [Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito]".
Até que a ação trabalhista seja julgada, Écio garantiu que não haverá paralisações e "quem paralisar será responsabilizado", disse ele.



Fonte: Primeira Edição

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Mudanças no trânsito no bairro Poço ainda geram problemas aos motoristas

SMTT diz que estudo dará diagnóstico da situação e vai ajudar na formulação de alternativas ao trânsito na região.

Engarrafamento é intenso na Avenida Cícero Toledo 

O condutor que precisa trafegar na região do bairro Poço, em Maceió, ainda sofre com problemas provocados desde as mudanças efetuadas pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Como vem acontecendo, por exemplo, no cruzamento da Avenida Cícero Toledo com a Rua Mato Grosso.
Motoristas enfrentam longas filas de congestionamento no local, graças ao não funcionamento de dois semáforos, desativados para uma fase de testes e estudos encomendados pelo órgão de trânsito.
Segundo o diretor de sinalização da SMTT, Djalma Rios, até a próxima sexta-feira (31) deve ser concluída a contagem volumétrica de tráfego. Esse estudo, conforme explica Rios, vai oferecer um diagnóstico da situação de tráfego e para a formulação de alternativas ao trânsito na região.
Enquanto isso, os motoristas devem se adequar a sinalização existente, como placas de pare, cita Djalma Rios, da SMTT. “Apesar de os semáforos estarem temporariamente sem funcionar, as placas estão no local para orientar quem passa por ali”, enfatizou.
As mudanças no bairro Poço foram implantadas no dia 15 de julho e alterou o sentido de várias Ruas e Avenidas. A Avenida Comendador Leão, Rua Cristovão Colombo, Rua Cassiano Albuquerque e Rua Maria Vitória de França passaram a ser mão única.
Já a Avenida Cid Scala, Avenida João Omena de Andrade, Rua Mato Grosso, Rua Sá e Albuquerque, Rua Pedro Américo e Rua Pedro Paulino tiveram sentido invertido.



Fonte: Primeira Edição

Jovens rurais buscam apoio da Codevasf para se tornarem empreendedores piscicultores

31 jovens de Porto Real do Colégio participam de curso básico em piscicultura


A piscicultura como atividade econômica para geração de renda de jovens empreendedores no Baixo São Francisco alagoano já é uma realidade. Um grupo de 31 jovens rurais de Porto Real do Colégio (AL) está participando de um curso básico de piscicultura em tanques-rede oferecido pela unidade do Projeto Amanhã da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no município. A oferta do curso atende ao pedido do grupo de futuros empreendedores piscicultores que pretendem formar uma cooperativa para cultivos de tilápia em tanques-rede às margens do rio São Francisco.
De acordo com o técnico agrícola da Codevasf ,Carlos Alberto Santos, responsável pela Unidade de Capacitação e Treinamento (UCT) do Projeto Amanhã no Perímetro Irrigado de Itiúba, os participantes do curso são de famílias de agricultores com lotes no perímetro e que já desenvolvem cultivos de peixes em viveiros escavados e agora querem desenvolver seus próprios empreendimentos, mas agora com criação em tanques-rede.
“Eles tinham poucos conhecimentos técnicos e sentiam a necessidade de capacitação antes de levar a ideia a frente. A demanda foi tão grande que tivemos que elaborar uma lista de espera para uma nova turma”, disse Santos.
O curso tem carga horária de 40 horas e acontece no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba (5ª CII). As aulas estão sendo ministradas pelo engenheiro de pesca da Codevasf Kley Lustosa, que possui quase 35 anos de experiência em piscicultura e demais atividades aquícolas, e pelo biólogo da Codevasf José Reginaldo, ambos lotados no 5ª CII.
“Aqui os jovens têm oportunidade de conhecerem técnicas de manejo em geral, avaliação da qualidade da água e organização e interpretação de dados para o sucesso do cultivo. Planejamos o curso com atividades teóricas e práticas para que esses futuros empreendedores saiam com uma preparação que garanta o sucesso de seus projetos”, observa Lustosa.
Maciel Vieira dos Santos é um jovem de 27 anos que trabalha no lote da família no Perímetro Irrigado do Itiúba. No perímetro, eles cultivam tambaqui, tambacu e tilápia em viveiros escavados para completar a renda da família. A ideia da piscicultura em viveiros escavados surgiu quando Maciel participou do curso básico de piscicultura em viveiros oferecido pela UCT do Projeto Amanhã em Porto Real do Colégio.
Segundo o jovem, após a participação na capacitação ele passou a orientar outros piscicultores familiares que ainda desenvolviam suas atividades sem conhecimento técnico. “Há dois anos eu fiz o curso. Antes eu já tinha interesse e tirava dúvidas com os piscicultores mais velhos. Mas quando fiz o curso aqui no Projeto Amanhã, as coisas clarearam, aprendi técnicas modernas e agora quem repassa instruções para eles sou eu”, afirma.
Após a conclusão do curso, o empreendedor piscicultor pretende reunir os jovens capacitados e criar uma cooperativa para criação de tilápia em tanques-rede nas água do rio São Francisco próximo a Porto Real do Colégio. Para isso, ele já planeja elaborar um projeto para a atividade e solicitar o apoio da Codevasf.
“Durante o curso, estamos aprendendo que a espécie que melhor se adapta à atividade é a criação de tilápia do nilo. Também sabemos que essa espécie é muito apreciada em nossa região, o que nos garante um mercado. A Codevasf será uma grande parceria nossa. Queremos nos organizar numa cooperativa, o que vai nos fortalecer e baixar nossos custos”, explicou o jovem Maciel.
Criado em maio de 1993 por iniciativa da Codevasf, o Projeto Amanhã atua na organização e capacitação de jovens rurais que residem nos vales do São Francisco e do Parnaíba. Na área de atuação da Codevasf em Alagoas, o projeto está presente nos municípios de Porto Real do Colégio, Arapiraca, Penedo e Piranhas. A estratégia do Projeto Amanhã é inserir técnicas agropecuárias modernas no cotidiano dos produtores tradicionais por meio das novas gerações de filhos dos agricultores.



Fonte: Codevasf

Fórum de Ensino da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional acontece sexta-feira


Na próxima sexta-feira (31) Maceió  receberá a 5ª edição do Fórum de Ensino do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 1ª Região (CREFITO-1). O evento acontecerá no Hotel Enseada, em Pajuçara, e debaterá o tema Ensino, Pesquisa e Extensão na formação da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional em Alagoas, para que realidade estamos formando? com estudantes, professores, pesquisadores e profissionais fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais.
Na programação, uma mesa redonda com coordenadores de cursos discutirá ensino, pesquisa e extensão na formação da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional em Alagoas e, num segundo momento, a Comissão de Ensino do CREFITO-1 ainda realizará oficinas sobre o tema. O Fórum acontecerá durante toda a manhã, começando às 8h e finalizando as atividades às 12h.
As inscrições são gratuitas e os interessados em participar devem encaminhar mensagem para o e-mail comunicacao@crefito1.org.br com o assunto INSCRIÇÃO FÓRUM DE ENSINO ALAGOAS, nome, número de registro no CREFITO ou indicação de que se trata de estudante e contatos de telefone e e-mail. As vagas são sujeitas à lotação do espaço.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (81) 3081.5000 ou pela página do Conselho no Facebook - www.facebook.com/Crefito1.



Fonte: Primeira Edição

Senador Rui Palmeira e São José da Tapera estão sem água

Técnicos da Casal trabalham para normalizar fornecimento de água nesta 4ª feira


A cidade Senador Rui Palmeira e o povoado Caboclo, no município de São José da Tapera, estão com o abastecimento de água deficiente nesta quarta-feira (29).
O motivo, segundo a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), é o rompimento de uma adutora de 150mm, que faz parte do sistema coletivo da Bacia Leiteira.
Técnicos da Unidade de Negócio Bacia Leiteira estão realizando o conserto e a previsão é de que o serviço seja concluído no final da tarde de hoje, a partir de quando o bombeamento será retomado. Porém, a normalização do sistema somente deverá ocorrer num prazo de 12 horas.




Fonte: Primeira Edição / Assessoria

Ligações em orelhões da Oi serão grátis em municípios alagoanos

Empresa não cumpriu todas as metas do plano de revitalização dos telefones públicos


A população de 94 municípios alagoanos poderá fazer ligações gratuitas nos orelhões da Oi, a partir de amanhã (30). A gratuidade será válida apenas para ligações locais, dentro da mesma cidade, para telefones fixos.
A empresa teve que liberar o uso gratuito em orelhões de 2.020 municípios por conta de irregularidades na oferta desses aparelhos.
Em 1.724 cidades, distribuídas pelos estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Paraná e Sergipe, a gratuidade vai valer pelo menos até 30 de outubro. Nesses casos, a medida se deve a problemas de disponibilidade, ou seja, número alto de equipamentos que não estavam em funcionamento.
Para 742 municípios em 21 estados, o serviço será gratuito pelo menos até 31 de dezembro, motivado pelo não cumprimento pela Oi da meta de densidade determinada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), de quatro aparelhos por mil habitantes por município. 446 municípios fazem parte de ambas as listas, por terem apresentado os dois problemas.
Maceió não está incluída por ter alcançado a meta.
A lista com os municípios onde os orelhões funcionarão gratuitamente está disponível no site da Anatel.
Sem cartão
O telefone deverá funcionar mesmo sem o uso de cartão. Caso os usuários coloquem o cartão em um aparelho incluído na medida, ele não deverá "queimar" créditos. A Oi terá que manter em seu site uma lista atualizada das cidades onde os orelhões farão ligações gratuitas.
Oi
De acordo com a Oi, o cronograma de realização das melhorias que foi prejudicado por questões alheias à vontade da companhia, "como o atraso na entrega de 135 000 equipamentos por parte de fornecedores nacionais e intempéries climáticas".

Fiscalização
No ano passado, a Anatel impôs às concessionárias de telefonia metas para melhoria do serviço de orelhões depois de identificar que, em alguns estados, menos da metade dos equipamentos estavam em funcionamento.
O problema, de acordo com a agência, se devia a vandalismo e também à incapacidade dos fornecedores de atenderem à demanda pelos telefones públicos – existem apenas dois fabricantes no país.
A meta estipulada pela Anatel foi de que as concessionárias chegassem a pelo menos 90% dos orelhões ativos até o meio de 2012.


Fonte: G1 / Primeira Edição

Professores da Ufal fazem assembleia nesta sexta-feira

Assembleia será às 9horas no auditório da reitoria; técnicos encerraram a greve na semana passada.

Protesto dos servidores da Ufal no Centro de Maceió

Os professores da Universidade  Federal de Alagoas farão nova assembleia na próxima sexta-feira, 31 de agosto. O encontro será realizado no auditório da reitoria. Esta semana 18 categorias aceitaram a proposta do governo e encerram a greve em todo o país.
Na última sexta-feira, dia 24, os técnicos da Ufal decidiram pelo fim do movimento grevista. A categoria aceitou o percentual de 15,8% , parcelado em três vezes e adicionados aos vencimentos dos servidores nos meses de março de 2013, 2014 e 2015.
Além disso, a partir de janeiro de 2013, os índices das gratificações passam de 10% para 25%, caso os servidores ocupem cargos de nível médio e possuam graduação. No caso dos servidores de Nível E, vigorará o acréscimo de 30% dos salários para aqueles com especialização na área de conhecimento com relação direta de atuação.
Audiência no Senado nesta quarta
Hoje representantes do Comando Nacional de Greve dos ANDES-SN participam nesta quarta-feira, a partir das 10h, de uma audiência pública na Comissão de Educação do Senado Federal para discutir o movimento grevista dos professores federais.
A audiência foi requerida pelas senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) e Ana Amélia (PP/RS) e contará com a presença de dirigentes das demais entidades do Setor da Educação. A participação de representantes do Ministério da Educação e do Planejamento está prevista, mas ainda não foi confirmada.
 Agenda dos docentes em greve

- Dias 27 a 31 de agosto, divulgar amplamente a nossa contraproposta;
- Dia 29 de agosto, quarta-feira, audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal sobre o “movimento grevista dos professores federais”;
- Dia 30 de agosto, quinta-feira, atos públicos nos Estados;
- Dias 30 e 31 de agosto, rodada nacional de assembleias gerais.



Fonte: Primeira Edição com informação da Adufal

Obras em Belo Monte são retomadas após decisão do STF


Os operários das obras da hidrelétrica de Belo Monte voltaram ao serviço nesta terça-feira depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) ordenou a retomada dos trabalhos.
Rio Xingú, no Pará. Local de implantação
da futura usina de Belo Monte
De acordo com um comunicado da empresa Norte Energia, encarregada do projeto, foram retomados os investimentos de R$ 3 bilhões previstos em programas do Projeto Básico Ambiental e do Projeto Básico Ambiental para o Componente Indígena, bem como o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu.
A obra estava parada desde a última quinta-feira, por determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Na noite da última segunda, o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, deu liminar autorizando a retomada das obras.
Quando ordenou a suspensão da obras, o Tribunal considerou que haviam sido registradas irregularidades em dois períodos do processo da polêmica hidrelétrica.
Belo Monte, que será a terceira maior hidrelétrica do mundo quando estiver operacional, começou a ser construída em março do ano passado na cidade de Altamira, no Pará.
O projeto, que alcançará o máximo de 11.233 megawatts de geração elétrica nas épocas de cheia do rio Xingu, é criticado por tribos indígenas e movimentos ecologistas, que alegam que a obra terá um impacto irreversível na Amazônia.
A Advocacia Geral da União (AGU) aplaudiu a decisão do Supremo por considerar que evita um dano "irreparável no patrimônio público, na ordem administrativa, na ordem econômica e na política energética brasileira". 



Fonte: Yahoo

Estado libera salários de agosto nesta quinta


O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), inicia, nesta quinta-feira (30), o pagamento dos servidores públicos estaduais, referente ao mês de agosto.
De acordo com o cronograma da Sefaz, no dia 30 de agosto estarão disponíveis em conta os salários dos servidores que estão inclusos na primeira faixa salarial – que recebem vencimentos até R$ 2.050. Essa faixa corresponde a cerca de 70% do total de servidores do Estado.
Já no dia 11 de setembro serão pagos os salários dos servidores da segunda faixa salarial, que recebem acima de R$ 2.050.




Fonte: Primeira Edição

Falta de consenso ameaça validade de MP do Código Florestal e adia votação


Segue a falta de consenso em torno da Medida Provisória do Código Florestal (MP 571/12). A comissão mista destinada a analisar o texto fará nova tentativa de votação na manhã desta quarta-feira (29), já temendo pela perda de validade da medida.
A MP 571 preenche as lacunas deixadas pelos vetos da presidente Dilma Rousseff ao novo Código Florestal e tem prazo limite para aprovação no Congresso até 8 de outubro. O texto principal já foi aprovado na comissão, mas a análise dos mais de 30 destaques emperrou, no início de agosto, quando os ruralistas, em maioria no colegiado, retiraram a proteção dos rios temporários, que não têm água o ano inteiro.
Para retomar a análise da MP, o comando da comissão quer anular a polêmica votação dos rios temporários e, para isso, precisa da concordância de todos os parlamentares, já que essa anulação não está prevista no Regimento do Congresso. O presidente da comissão, deputado Bohn Gass (PT-RS), explica que a maioria dos ruralistas já concordou, mas ainda falta vencer a resistência de dois parlamentares.
"Esperamos que o convencimento desses também aconteça. Não podemos deixar um caos jurídico e um caos ambiental: esse é o desastre. Por isso, estou dialogando, buscando, remarcando reunião para chegarmos a esse entendimento para o bem do Brasil, da produção e do meio ambiente", disse.
Segundo Bohn Gass, o relator da MP, senador Luiz Henrique (PMDB-SC), quer apresentar, em bloco, uma solução para todos os pontos polêmicos, para aprová-los por acordo. As negociações também envolvem o governo. Ainda discute-se, por exemplo, a faixa de preservação das veredas e até uma pequena flexibilização do conceito de Amazônia Legal para não prejudicar a produção rural no Tocantins, onde há predominância do bioma cerrado.
Quanto à anistia para quem desmatou, o deputado Bohn Gass garantiu que não haverá retrocesso. "Não queremos nenhuma anistia de multa. Temos o PRA, que é o Programa de Regularização, onde tem o termo de compromisso e, cumprido o que está acordado, a pessoa passa a fazer o seu pagamento com serviços ambientais. Mas não anistia".
Ex-ministro da Agricultura, o deputado Reinhold Stephanes (PSD-PR), não vê sentido na manutenção de focos de resistência entre os ruralistas. Ele alerta que a possível perda de validade da Medida Provisória será caótica também para o agronegócio.
"Na minha visão, seria uma grande irresponsabilidade não se votar esse relatório porque aí a Medida Provisória vai acabar caindo e vamos ficar sem regras para as áreas consolidadas, o que trará enorme dificuldade para a agricultura".
Depois de votada na comissão mista, a MP do Código Florestal ainda terá de ser votada nas semanas de esforço concentrado convocadas pelos Plenários da Câmara e do Senado.



Fonte: Agência Câmera

Doze mil voluntários vão testar banda larga

Anatel quer testar qualidade do serviço e distribuirá medidor de parâmetros. Resultados devem ser divulgados ainda este ano

Tecnologia já foi utilizada nos Estados Unidos
e no Reino Unido, segundo a Anatel
(
A.Majeed/ AFP)
Para medir a qualidade  da banda larga fixa no Brasil, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aceitará 12 mil voluntários em todo o Brasil. Cada usuário receberá, gratuitamente, um medidor de parâmetros de qualidade para avaliar os planos de banda larga oferecidos pelas operadoras. Os primeiros resultados devem ser divulgados em dezembro deste ano.

A tecnologia  para fazer a medição é a mesma utilizada e aprovada em mais de 35 países, como Estados Unidos e Reino Unido, diz a agência. Mais detalhes do projeto serão apresentados hoje pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e pelo vice-presidente da Anatel, Jarbas Valente.
Pelo regulamento da Anatel, os prestadores de serviços deverão garantir que a velocidade da banda larga entregue aos usuários não seja inferior a 20% do contratado e que na média mensal essa taxa não fique abaixo dos 60% previstos. Os percentuais serão ampliados a cada 12 meses até atingirem, respectivamente, 40% e 80%.  




Fonte: Band

Empresários pedem a Mantega prorrogação do IPI reduzido


Representantes de setores da indústria contemplados com diminuições de impostos pediram à equipe econômica do governo, a extensão dos benefícios fiscais. Eles se reuniram hoje (28) com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para relatar os efeitos das desonerações sobre a produção e as vendas.
Além de pedirem a extensão do prazo dos impostos reduzidos, os empresários também solicitaram a inclusão de itens na lista de produtos beneficiados. De acordo com os empresários, no entanto, o ministro prometeu analisar os dados sobre crescimento das vendas, mas não se comprometeu a acatar nenhuma reivindicação.
O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), Walter Cover, pediu a prorrogação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para materiais de construção por mais um ano. “Já estamos no terceiro ano de desoneração. A ampliação em mais um ano seria importante para manter o desempenho das vendas de materiais de construção”, declarou.
Presidente da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), Claudio Conz pediu a inclusão de mais 50 produtos entre os materiais de construção com imposto reduzido. Atualmente, 46 itens do setor são beneficiados com a desoneração.
O presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, entidade que representa os fabricantes de produtos da linha branca, também reivindicou a prorrogação do benefício até o fim do ano. “Nós pedimos que o ministro pelo menos conceda a prorrogação que pode dar”, declarou. O IPI reduzido para máquinas de lavar, fogões, geladeiras e tanquinhos acaba na próxima sexta-feira (31).
Kiçula pediu ainda a diminuição permanente para alguns produtos da linha branca para padronizar as alíquotas. “Para as lavadoras automáticas, que pagam 20% de IPI, pedimos 10%. Para as lavadoras semiautomáticas, que pagam 10%, pedimos alíquota de 0 a 4%”, alegou. Ele disse ainda que a indústria repassou totalmente a queda de imposto para os lojistas durante a vigência da desoneração.
Contemplado com IPI reduzido até 30 de setembro, o setor de móveis também solicitou a extensão das alíquotas reduzidas até o fim do ano. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria Moveleira (Abimóvel), José Luiz Fernandez, a prorrogação ajudará a aquecer as vendas no fim de ano. “Se o pedido for atendido, todos os móveis que chegarão às lojas até o fim do ano terão desconto de pelo menos 5% no preço”, destacou.



Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Pneumologista do Hospital do Açúcar alerta para os malefícios do cigarro

Dia Nacional de Combate ao Fumo, 29 de agosto
Classificado como doença e vetor de outros problemas de saúde, o uso do tabaco é alvo de campanha em todo Brasil, nesta quarta-feira, 29, Dia Nacional de Combate ao Fumo. Para o pneumologista do Hospital do Açúcar, José Araújo Pinto, a palavra de ordem é ‘Parar de Fumar’. Com experiência no tratamento de fumantes, o especialista traça algumas das consequências que o adiamento de uma decisão tão importante pode causar aos dependentes do tabaco.

Estudos comprovam que fumar cigarro não causa apenas doenças respiratórias, como bronquite, enfisema pulmonar e câncer de pulmão. Fumar desencadeia doenças vasculares, cardiovasculares, dermatológicas e outros tipos de câncer como de esôfago, laringe e até na bexiga.

“Um caso que podemos usar como exemplo foi a luta do ex-presidente Lula contra um câncer na laringe, possivelmente, consequência do cigarro. Tabagismo é doença, não é fácil parar. A nicotina é droga que vicia rápido, porém, quanto mais cedo se tomar a decisão de parar, menores serão as consequências à saúde”, alertou José Araújo Pinto.

O pneumologista ressaltou que todo fumante tem atitude avessa a qualquer tipo de informação que esclareça sobre os malefícios do fumo, por isso, a decisão de parar de fumar torna-se unilateral. Os usuários da droga não levam em consideração os danos aos fumantes passivos e até ao meio ambiente.

“Parar de fumar é um investimento para o futuro, é sobre tudo uma questão de educação. Com uma nova atitude o ex-fumante vai passar aos seus filhos, por exemplo, uma mensagem de um mundo melhor e de respeito ao próximo. Quem fuma faz uma opção pela doença, pode ou não ter uma doença de pulmão, pode ou não ter alguma doença causada pelo cigarro, mas com certeza terá alguma doença agravada pelo mau hábito”, destacou o médico.

Em abril deste ano, o Ministério da Saúde divulgou uma pesquisa realizada pela Vigilância de Fatores de Risco e Proteção  para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, que constatou que 18,1% dos homens brasileiros e 12% das mulheres admitem ser fumantes.

“O Dia Nacional de Combate ao Fumo é importantíssimo para que seja trabalhado entre as novas gerações os malefícios da doença. A evolução do trabalho educativo já pode ser constatada, porque as gerações mais novas fumam menos e derrubaram o estigma de que fumar gera status”, avaliou o pneumologista José Araújo Pinto.  






Fonte: Primeira Edição

Ibama e BPA apreendem 382 animais em Maceió, Santana do Ipanema e São Miguel dos Campos

Ações aconteceram simultaneamente em Santana do Ipanema, Maceió e São Miguel dos Campos. Animais foram levado a sede do Ibama/AL

Os traficantes de animais cegam os pássaros
para que animais fique 'tranquilo'.

E na última semana o IBAMA, em parceria com o Batalhão da Polícia Ambiental (BPA), finalizou uma grande operação para coibir o tráfico e o cárcere de animais silvestres em Alagoas. O saldo foi de 382 animais apreendidos em Maceió, São Miguel dos Campos e Santana do Ipanema.
Todos os animais foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama em Alagoas.
De acordo com a assessoria, hoje (28) os técnicos do órgão ambiental realizaram a soltura de 100 animais silvestres - como canários, galos de campina, cutias, papagaios, entre outros. Ao todo, já foram soltos mais de 200 animais apreendidos nesta operação.
Eu digo não, e você?
“Os que ficaram é por que precisam de um tratamento veterinário, medicação, alimentação”, afirmou a assessoria.





Fonte: Primeira Edição

Governo inaugura unidade de assistência farmacêutica em Delmiro Gouveia


Como o objetivo de descentralizar os serviços da Diretoria de Assistência Farmacêutica, o governo do Estado inaugura nesta quarta-feira (29), às 10 horas, uma unidade do Componente Especializado de Assistência Farmacêutica (Ceaf) de Delmiro Gouveia. A solenidade, que irá contar a participação do secretário de Estado da Saúde, Alexandre Toledo, será realizada na sede da unidade, situada na Avenida Presidente Castelo Branco, centro da cidade.
Com esta unidade, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) irá atender a população do Alto Sertão. De acordo com o titular da pasta da Saúde, a iniciativa representa mais uma ação do governo estadual para facilitar o acesso da população do interior aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).
“O SUS é um sistema que prima pela humanização, igualdade de direitos e agilidade. Com a descentralização do Ceaf para Delmiro Gouveia, estaremos efetivamente cumprindo esta política. A partir desta quarta-feira (29), os moradores do Alto Sertão não terão mais que se deslocar até Maceió para ter acesso aos medicamentos que tratam de doenças crônicas e de alto custo ”, ressaltou Toledo.
Ainda de acordo com o secretário de Estado da Saúde, nos cinco anos da atual gestão estadual, o número de alagoanos atendidos pela assistência farmacêutica aumentou 625%, com investimento R$ 87 milhões por ano, sendo recursos do Estado e da União.
De acordo com os dados do Ceaf, em 2007 eram atendidas 4.800 pacientes do SUS e atualmente são 30.100 pessoas. O incremento de mais 28.000 alagoanos recebendo remédios de alto custo gratuitamente faz parte do Programa de Descentralização e Modernização da Assistência Farmacêutica, que deve chegar a Viçosa, Santana do Ipanema, União dos Palmares, Porto Calvo e Matriz do Camaragibe nos próximos meses. Hoje, o Ceaf já está implantado nos municípios de Arapiraca, Palmeira dos Índios, Penedo e São Miguel dos Campos.



Fonte: Primeira Edição

Após serem adiadas duas vezes, aulas em tendam começam

Diretora da Escola Estadual Rosalvo Lôbo reconhece evasão escolar devido à paralisação

Incerteza quanto à data da volta às aulas esvazia as salas  
Após serem adiadas duas vezes, as aulas da Escola Estadual Professor Rosalvo Lôbo foram retomadas nesta terça-feira (28), em tendas instaladas no ginásio da Escola Théo Brandão, no bairro da Jatiúca, em Maceió. No entanto, devido à incerteza sobre a data exata da volta às aulas, poucos alunos compareceram ao colégio na manhã desta terça.

Este foi o caso de Mateus Natanael. Segundo Josefa de Freitas, mãe do adolescente de 14 anos, o garoto estava sem esperança de que as aulas realmente voltassem nesta terça-feira. “Depois de ter sido adiado duas vezes, ele não acreditava que fosse começar hoje de verdade”, disse Josefa.

A diretora Luci Jane admitiu que, devido à longa paralisação das aulas, houve uma evasão por parte dos estudantes, mas ainda não é possível. “É claro que essa não é a situação ideal para retomarmos as aulas, mas temos que acatar a decisão do Estado”, afirmou a diretora.

Os cerca de 900 alunos da Escola Rosalvo Lôbo devem passar pelo menos três meses assistindo aulas em 14 tendas climatizadas, nos três períodos – manhã, tarde e noite. Devido ao atraso, o ano letivo só deve terminar na metade de 2013.






Fonte: Gazetaweb

Dia dos Taxistas é 'celebrado' com bandeira 2 para usuários

Profissionais também são beneficiados com serviços de saúde oferecidos pela Sesau

Dia dos Taxistas é 'celebrado' com bandeira 2 para usuários
Quem precisar utilizar um taxi para se locomover em Maceió durante esta terça-feira (28), deve estar preparado para pagar mais caro. Em comemoração ao Dia do Taxista, os cerca de cinco mil profissionais devem rodar com bandeira 2, como uma forma de ‘celebrar’ a data. 

Além de faturarem mais com o deslocamento dos usuários, os taxistas também serão beneficiados com atividades voltadas à saúde dos trabalhadores. A Superintendência de Vigilância à Saúde da Sesau deve distribuir hoje um questionário aos servidores, além serem disponibilizados serviços de verificação da pressão arterial, glicemia capilar e índice de massa corpórea (IMC).

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, também haverá vacinação contra o tétano, hepatite B e influenza (gripe).





Fonte: GazetaWeb

Motoristas de transporte alternativo bloqueiam AL 110

Trabalhadores revindicam melhores condições na estrada que liga Palmeira dos Índios e Quebrangulo

No dia 14 de junho moradores bloquearam
a pista pelos mesmo motivos

Desde às 6h desta terça-feira (28), motorista de transporte alternativo bloqueiam o trecho da AL 110 que liga as cidades de Palmeira dos Índios e Quebrangulo. Os trabalhadores exigem melhores condições da rodovia.
Segundo o representante da categoria, João Vital, a via se encontrada cheia de buracos. “Os caminhoneiros são constantemente assaltados porque têm que diminuir a velocidade ao atravessar, além disso, todos os dias quebram carros”, explicou. Ele ainda disse que a população do local tenta amenizar a situação tapando os buracos com areia e pedras.
Uma fila de veículos se formou nos dois sentidos da pista e o grupo que também conta com motoristas de Viçosa e Paulo Jacinto, só irão liberar a pista com a presença de alguém do Governo.
Uma equipe do Gerenciamento de Crise da Polícia Militar (PM) já se deslocou até o local.



Fonte: Primeira Edição

sábado, 25 de agosto de 2012

Samsung terá de pagar multa de US$ 1,05 bi por infringir patentes da Apple

Decisão pode bloquear venda de smartphones e tablets nos EUA

O julgamento Apple Vs Samsung, que trata de ações de infração de patentes movidas contra as duas maiores fabricantes de smartphones do mundo, chegou ao final nesta sexta-feira (24). Os jurados decidiram que a Samsung infringiu ao menos seis patentes da Apple, que, por sua vez, não violou nenhum dos direitos da empresa sul-coreana.

Na decisão inicial, ficou determinado que a Samsung pague US$ 1,05 bilhão em danos para a americana, mas posteriormente o valor foi reduzido para US$ 1,049 bilhão. A decisão ainda cabe recurso e os especialistas procurados pelo G1 estimam que a decisão chegue à Suprema Corte norte-americana.

Na opinião do júri, diversos smartphones e tablets Samsung violaram patentes da Apple relacionadas a funções de tela multitoque, incluindo os gestos para ativar funcionalidades e acionar o zoom na tela.

Os nove jurados também concluíram que os aparelhos da Samsung infringiram patentes de design da Apple, como a aparência dos ícones do iPhone, informou o The Wall Street Journal.

Entre os aparelhos que, segundo os jurados, violaram os direitos da Apple estão os smartphones Galaxy S, Galaxy S II e Nexus S, além dos tablets Galaxy Tab e Galaxy Tab 10.1. Ainda não foi decidido se as vendas dos produtos serão barradas nos Estados Unidos.

A juíza Lucy Koh, que coordena o julgamento, ainda não determinou se haverá suspensão da venda dos aparelhos. Os jurados disseram à ela que haviam chegado a uma decisão após 22 horas de deliberação, ao longo de três dias. A decisão foi considerada rápida, tendo em vista o tamanho do caso, para a mídia especializada.

Após dispensar os jurados, Koh determinou um novo prazo para que as duas companhias entrem com recursos da decisão e uma nova audiência será realizada em 20 de setembro.

"Esta não é última palavra", diz Samsung

Em comunicado, a Samsung comentou que o veredito "não deve ser visto como uma vitória para a Apple, mas como uma perda para o consumidor americano. Isso levará a menos escolhas, menos inovação e, potencialmente, a preços mais altos”, declarou a empresa.

“É lamentável que as leis de patentes possam ser manipuladas para dar a uma empresa um monopólio sobre os retângulos com cantos arredondados, ou a uma tecnologia que está sendo aprimorada a cada dia pela Samsung e outras empresas”, argumentou a companhia. “Os consumidores têm o direito de escolhas, e eles sabem o que estão comprando quando adquirem produtos Samsung”.

A empresa concluiu seu posicionamento sinalizando que deve recorrer da decisão. “Esta não é a última palavra neste caso ou em batalhas sendo travadas nos tribunais em todo o mundo, alguns dos quais já rejeitaram muitas das reivindicações da Apple”.

<>Análise

Embora o veredito seja positivo no sentido de proteger os direitos de propriedade intelectual de empresas de tecnologia, a decisão contra a Samsung pode frear a evolução de outros fornecedores de dispositivos móveis, avalia o analista de mercado da consultoria IDC, Bruno Freitas. “Acho saudável a decisão de proteger o direito de propriedade intelectual porque isso exige um investimento muito alto. Por outro lado precisamos observar se vai gerar um impacto para a inovação do mercado, no desenvolvimento de novas tecnologias”, diz Freitas ao G1.

Um terceiro efeito do embate entre Apple e Samsung, segundo o analista, é impulsionar o desenvolvimento tecnológico no setor em busca de novas alternativas. “Fica claro que, pelo menos nos EUA, os players de mercado vão ter que pensar tanto nos aspectos de design e na própria interface de usuário já que muitas empresas seguiram a Apple nesse sentido”, reflete Freitas. “A própria Research In Motion (RIM) - fabricante do Blackberry - inovou o mercado com um teclado Qwerty – nos padrões do teclado de computador – para celulares, que outros fabricantes adotaram.

Questionado se decisão poderia encorajar a Apple a levar outros fornecedores de smartphones e tablets aos tribunais, Freitas pondera que o impacto do veredito anunciado hoje ainda terá desdobramentos. “Uma multa de US$ 1,05 bilhão assusta o mercado, mas não acredito que a Apple partirá pra cima de outros players. A Samsung vinha sendo mais agressiva em relação a outros concorrentes da Apple e realmente estava incomodando em participação de mercado”, conclui.

O mercado norte-americano de smartphones e tablets pode sofrer mudanças profundas após a decisão da ação judicial que envolve a Samsung e a Apple. As duas empresas trocam acusações mútuas de infração de patentes, pedem indenização e um possível embargo de venda de aparelhos. Também complica o quadro o fato de a Samsung ser uma grande fornecedora de componentes para os aparelhos da Apple.

Para André Ferreira de Oliveira, advogado especializado em patentes e sócio do Daniel Advogados, o impacto da decisão irá muito além dos valores financeiros. “Se for dada a vitória à Apple, haverá uma constatação judicial de que houve um tipo de concorrência desleal. Já a vitória da Samsung será como uma chancela para que outras empresas possam seguir uma linha parecida, abrindo um pouco mais o mercado”, afirmou o advogado.

O julgamento

A seleção de jurados começou no dia 30 de julho. Foram escolhidas dez pessoas (sete homens e três mulheres), mas ao longo do julgamento uma mulher foi dispensada porque sua chefe disse que não lhe pagaria salário pelos dias que estaria fora, no júri. Os jurados têm a função de decidir se as patentes foram infringidas pelas companhias. Para isso, eles não podem sequer ler notícias sobre o assunto, fazer pesquisas ou conduzir investigações próprias.
Já no dia seguinte, as equipes de advogados das duas empresas começaram a apresentar seus argumentos. Ao todo, cada empresa teve 25 horas para apresentar seu lado da história aos jurados.

O julgamento acontece em um tribunal em San Jose, na Califórnia, nos Estados Unidos, e é supervisionado pela juíza Lucy Koh. Em decisões anteriores, Koh já havia determinado, duas vezes, o embargo da venda de aparelhos da Samsung nos EUA.

Segundo publicações especializadas, quase 80 advogados foram registrados para ir ao tribunal, sendo que a maioria deles representa Samsung ou Apple. Também estão presentes advogados de empresas que mantêm contrato com as duas fabricantes –eles tentam impedir que detalhes de contratos sigilosos sejam tornados públicos.

A Apple já divulgou que quer, ao menos, US$ 2,5 bilhões em danos da Samsung – além da proibição da venda dos produtos que infringem as patentes envolvidas, o que envolve smartphones e tablets. A Samsung também pede dinheiro (US$ 421,8 milhões em direitos autorais, segundo testemunhas da própria Samsung).
Depois do anúncio da decisão, é esperado que os dois lados entrem com recursos.





Fonte: G1

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Governo libera R$ 174,4 milhões para o seguro-desemprego


O governo vai liberar R$ 174.495.379,00 para o pagamento do seguro-desemprego. O decreto, assinado pela presidenta Dilma Rousseff e a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, está publicado hoje (24) no Diário Oficial da União. Pelo decreto, os recursos virão do Orçamento de Seguridade Social da União em favor do Ministério do Trabalho.

Pela lei, tem direito ao seguro-desemprego o trabalhador dispensado sem justa causa, desde que obedeça a uma série de critérios, como ter recebido salários consecutivos no período de seis meses anteriores à data de demissão. Para o recebimento do seguro, o trabalhador não pode ter  renda própria nem ser atendido por qualquer benefício de prestação da Previdência Social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente.
A taxa de desemprego ficou relativamente estável em junho, pelo terceiro mês consecutivo, nas sete regiões metropolitanas pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos (Dieese) e pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). Segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), o total de desempregados passou de 10,6%, em maio deste ano, para 10,7% da população economicamente ativa, no mês passado.



Fonte: Agência Brasil

Índice de Confiança do Consumidor tem em agosto a quarta queda seguida


O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), apresentou nova queda, a quarta seguida, ao atingir 120,4 pontos em agosto, ante 121,6 em julho. Com o resultado, o índice, que é mensal, aproxima-se do menor nível do ano, 116 pontos, registrado em janeiro.
Em abril, o índice chegou ao recorde histórico, com o pico de 128,7 pontos, maior patamar desde o início das medições, em outubro de 2005. Os valores atuais ainda superam os verificados entre agosto e dezembro de 2011.
O resultado reflete tanto a forma como as famílias pesquisadas percebem sua situação atual, por meio do Índice da Situação Atual, quanto as perspectivas desses consumidores para os próximos meses, por meio do Índice de Expectativas.
Esses indicadores ficaram, respectivamente, em 133,5 e 113 pontos em agosto. Houve uma queda em relação à confiança atual, que apresentou 135,4 pontos em julho, mas uma pequena recuperação nas projeções para os meses seguintes, que estavam em 112,7 pontos, interrompendo a queda registrada desde abril deste ano.





Fonte: Agência Brasil