terça-feira, 7 de agosto de 2012

Alagoas é pioneiro na implantação de banco de dados de segurança


Alagoas será um dos estados pioneiros na implantação de um banco de dados melhorando o processo de informação na área de segurança pública. O projeto está sendo elaborado em conjunto com gestores do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp), visando padronizar os dados estatísticos policiais dentro do sistema nacional.

Na segunda-feira (06), dirigentes do Sinesp e do Departamento de Pesquisas, Análise de Informação e Desenvolvimento de Pessoas em Segurança pública (Depaid), se reuniram com gestores de instituições policiais – Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia Oficial – para tratar do projeto de implantação do banco de dados.

A comitiva do Senasp é formada pelo coordenador nacional do Sinesp/JC, Rafael Rodrigues; diretora do Depaid, Izabel Seichas; e pela coordenadora do projeto Qualidade de Vida, Tatiana Vasconcelos. Na agenda de reunião, eles terão encontro nesta terça-feira (07), em Arapiraca, com gestores de órgãos de segurança e da polícia científica.

“O objetivo da Senasp é primeiro identificar e analisar as propostas de convênios, para que haja uma aproximação com cada Estado visando prepará-los para criar uma estrutura de acesso ao sistema nacional de informações e estatísticas”, disse Rafael Rodrigues. Segundo ele, desde o início do ano o órgão vêm promovendo encontros setoriais com gestores da Defesa Social.
Com o avanço da tecnologia, a Senasp pretende padronizar o sistema de coleta, divulgação e acesso ao banco de informações da área de segurança pública, a fim de facilitar a elaboração de políticas públicas a partir de convênios com os Estados. “Alagoas será um dos estados pilotos nesse projeto, que irá padronizar os sistemas de informações junto ao Sinesp”, explicou.




Fonte: Emergência 190

Nenhum comentário:

Postar um comentário