terça-feira, 14 de agosto de 2012

Baratas conversam sobre comida

Quem descobriu isso foi um grupo de cientistas da Universidade de Londres, na Inglaterra




Esses bichos asquerosos são mais espertinhos do que a gente pensa. Se um dia, por acaso, você passar uma semana fora e esquecer aquele monte de lixo orgânico na cozinha, não se surpreenda quando voltar: pode haver uma turma inteira de baratas devorando seus restos. Sim, várias delas. Uma festa. Isso porque elas não guardam novidades. Assim que descobrem uma boa fonte de comida, espalham a notícia por todas as baratinhas da região.
Quem descobriu isso foi um grupo de cientistas da Universidade de Londres, na Inglaterra. Desconfiados desse papo entre as baratas, eles decidiram testar. Colocaram dois alimentos semelhantes e soltaram os bichos famintos. Todas escolheram o mesmo prato. Só atacaram o outro depois de ter acabado com o primeiro.
“Se elas não se comunicassem, teriam apenas se espalhado igualmente pelas duas porções de comida”, conta o pesquisador Mathieu Lihoreau. “Essas observações batem com simulações de um modelo matemático que estima que as baratas se comunicam quando já estão nas fontes de comida”.
Eles ainda não sabem exatamente como funciona essa comunicação, mas apostam na existência de algum composto químico na saliva ou um hidrocarboneto no corpo delas que sirva como fonte de informação. “Achamos que elas se encontram, se tocam e dizem ‘ok, tem outra barata aqui, e ela está comendo algo bom, vou ficar também”, explica Lihoreau.



Fonte: Super Interessante

Nenhum comentário:

Postar um comentário