domingo, 12 de agosto de 2012

Mesmo com tanta greve, serviço público continua cobiçado

Em todo o País, paralisação já alcança cerca de 300 mil servidores federais

Os cerca de 4 mil servidores públicos federais que estão em greve em Alagoas podem receber, no fim de agosto, adesão de funcionários dos três bancos oficiais (Caixa, Banco do Brasil e Banco do Nordeste) e, durante o mês de setembro, dos servidores dos Correios, categoria cuja paralisação resulta em transtornos como atraso ou suspensão na chegada de faturas a pagar e de encomendas, como as de compras feitas pela internet.

“Os bancos ainda não estão em greve, mas já se encontram em estado de mobilização. E dos Correios, a data-base é só em setembro, mas as rodadas de negociação já estão acontecendo”, diz o secretário de finanças da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas, Elpides Leão de Oliveira.

Caso parem, se juntarão aos servidores do Ministério da Agricultura, da Polícia Federal (PF), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e aos professores e servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), que completam, neste domingo, 88 dias de greve.





Fonte: Gazeta de Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário