quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Obras em Belo Monte são retomadas após decisão do STF


Os operários das obras da hidrelétrica de Belo Monte voltaram ao serviço nesta terça-feira depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) ordenou a retomada dos trabalhos.
Rio Xingú, no Pará. Local de implantação
da futura usina de Belo Monte
De acordo com um comunicado da empresa Norte Energia, encarregada do projeto, foram retomados os investimentos de R$ 3 bilhões previstos em programas do Projeto Básico Ambiental e do Projeto Básico Ambiental para o Componente Indígena, bem como o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu.
A obra estava parada desde a última quinta-feira, por determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Na noite da última segunda, o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, deu liminar autorizando a retomada das obras.
Quando ordenou a suspensão da obras, o Tribunal considerou que haviam sido registradas irregularidades em dois períodos do processo da polêmica hidrelétrica.
Belo Monte, que será a terceira maior hidrelétrica do mundo quando estiver operacional, começou a ser construída em março do ano passado na cidade de Altamira, no Pará.
O projeto, que alcançará o máximo de 11.233 megawatts de geração elétrica nas épocas de cheia do rio Xingu, é criticado por tribos indígenas e movimentos ecologistas, que alegam que a obra terá um impacto irreversível na Amazônia.
A Advocacia Geral da União (AGU) aplaudiu a decisão do Supremo por considerar que evita um dano "irreparável no patrimônio público, na ordem administrativa, na ordem econômica e na política energética brasileira". 



Fonte: Yahoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário