sábado, 18 de agosto de 2012

Professores da Uneal podem decretar greve

Assembleias marcadas para próxima semana vão definir rumos da mobilização

Servidores e professores da Uneal podem cruzar os braços
(Fotos: Arquivo Gazetaweb) 
Mobilizados em defesa do ensino público de qualidade, servidores, professores e estudantes da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) ameaçam paralisar as atividades, nos próximos dias, para pressionar o governo estadual a fazer mais investimento na instituição pública de ensino que possui cinco campi universitários distribuídos pelo estado.

Com assembleias marcadas com os docentes para esta segunda-feira (20), com os servidores na terça-feira (21) e com os estudantes na quinta-feira (30), a comunidade universitária da Uneal pretende definir as estratégias para negociar com o governo do Estado a reposição de perdas salariais na ordem de 6,5%, a implantação do plano de cargos e carreiras e investimentos para unidades de ensino que encontram-se sucateadas.

“Uma das maiores reivindicações dos servidores e professores é a reestruturação da carreira, com a implantação de um plano que contemple avanços que motivem os profissionais a continuar trabalhando na Uneal. Só este ano perdemos seis professores-doutores para outras instituições. Já dos alunos, a pauta é diante da estrutura que encontra-se precária e necessita de investimentos para garantir uma melhor qualidade do ensino”, falou o diretor político do Sindicato dos Docentes da Uneal (SindUneal), Roberto Calabria.

Em entrevista concedida por telefone a reportagem da Gazetaweb o representante do SindUneal, Roberto Calabria, não falou diretamente em “paralisação” ou “greve”, mas apenas na mobilização que ganha corpo nesta próxima semana. Entretanto, na página do SindUneal na internet, um banner expõe que a categoria pode decidir por greve já na próxima assembleia: “A situação da Uneal é grave, a saída é greve!”.





Fonte: Gazetaweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário