quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Pontes expõem usuários a riscos na AL-101 Norte

Ação do tempo e ocorrência de acidentes frequentes danificaram estruturas de concreto

Pontes estão danificadas na região Norte 
As pontes localizadas ao longo da AL-101 Norte, entre os municípios de Maragogi e Japaratinga, encontram-se em frangalhos. A ação do tempo, a falta de manutenção e a ocorrência de acidentes de trânsito afetam as estruturas sobremaneira. O maior problema é a falta de corrimãos que expõe os pedestres a riscos. 

O pescador Pedro da Silva, 27 anos, lança a tarrafa sobre as águas do Rio Salgado, marco natural que divide os municípios de Maragogi e Japaratinga. A cena é comum, em se tratando de uma região costeira, mas se torna insólita em função do local onde foi efetuado o lançamento. Sem corrimão, a ponte se tornou local estratégico para a captura de peixes. Entre uma tainha e outra, puxada na malha, ele conversa com a Gazeta.

“Para pescar é bom daqui de cima, facilita a nossa vida, mas essa ponte quebrada é um perigo para quem passa por aqui”, avaliou o pescador. Ele recorda que, em 2006, um acidente de trânsito destruiu parte do corrimão. Desde então, nenhum reparo foi providenciado. “O carro caiu dentro do rio e arrancou tudo”, lembrou Pedro.

Do outro lado da ponte, não só o corrimão, mas um lance inteiro de calçada já foi por água abaixo, literalmente. Os pedestres são obrigados a transitar pela pista, em meio aos veículos que passam a toda velocidade. Os pilares da ponte estão corroídos: apresentam os vergalhões expostos, enferrujados.




Fonte: Gazetaweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário