segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Aulas no Campus da Ufal de Arapiraca são retomadas

Após mais de 180 dias de paralisação, a comunidade acadêmica do Campus Arapiraca da Universidade Federal de Alagoas retomam as atividades nesta segunda-feira (8).



De acordo com a diretora acadêmica do Campus, Eliane Cavalcante, as aulas iniciaram na manhã de hoje dentro da normalidade, sem nenhum problema. “As aulas começaram, mas a luta da categoria continua. Demos uma recuada para não prejudicar mais nossos alunos, e a luta continua. O muro com 180 metros por 6 metros de altura ao lado do presídio esta sendo construído, mas queremos é a retirada”, confirmou.
A greve terminou após gestores da Ufal e da direção do Campus Arapiraca, com a mediação do Tribunal de Justiça de Alagoas, assinarem um termo de compromisso com o governo do Estado. No termo, consta a desativação do Presídio Desembargador Luís de Oliveira Souza e a transferência total dos presos para nova unidade prisional, em Craíbas, a 145 quilômetros de Arapiraca.
Também prevê a doação do prédio do atual presídio para o patrimônio da Ufal; transferir de imediato para Maceió os detentos de Arapiraca, avaliados pelo Poder Judiciário como de alta periculosidade; adotar providências junto à gestão do Presídio Desembargador Luís de Oliveira Sousa para corrigir supostas atitudes inadequadas adotadas pelos agentes penitenciários; adquirir e instalar na unidade prisional sistema de vigilância eletrônica com câmeras, entre outros.
A paralisação
Fugas de presos do Presídio Desembargador Luís Oliveira Sousa, em especial a do último 2 de abril, causaram pânico e sensação de insegurança em toda a comunidade acadêmica do Campus Arapiraca, que fica vizinho à unidade prisional. Isso motivou a paralisação das atividades desde aquela data.



Fonte: Mais.al

Nenhum comentário:

Postar um comentário