quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Groupon é expulso de grupo setorial por vender eletrônicos ilegais


A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico excluiu o Groupon do Comitê de Compras Coletivas porque a empresa não acatou os pedidos para retirar ofertas de eletrônicos não homologados pela Anatel de seu site, informou a entidade na tarde desta terça-feira.
Segundo a camara-e.net, foram feitos dois pedidos nos últimos três meses para que a empresa de compras coletivas retirasse os produtos.
A companhia veiculava vendas de smartphones, tablets e celulares que não haviam sido homologados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).
A certificação é uma exigência para todo equipamento de radiofrequência. É feita para medir se o as frequências emitidas pelo aparelho não afetam a saúde humana.
Sem a homologação, os produtos não podem ser vendidos no país.
Ofertar produtos sem o documento é uma infração ao Código de Defesa do Consumidor. Além dele, viola o Código de Ética e Autorregulação do Comitê de Compras Coletivas, informa a Câmara.
Fazem parte do Comitê o ClickOn, Cupónica, Imperdível, Peixe Urbano e Viajar Barato.
OUTRO LADO
O Groupon informa que foi notificado sobre a decisão do Comitê e avalia internamente o assunto, a fim de tomar as medidas necessárias.
"O Groupon reforça seu compromisso em oferecer produtos e serviços de qualidade para todos os consumidores brasileiros, proporcionando experiências únicas e agradáveis", informou a empresa em nota.
Caso algum cliente tenha dúvida, pode entrar contatar o SAC da empresa pelo linkwww.falecomogroupon.com.br/clientes ou pelo telefone (11) 2141-9999.


Fonte: Folha Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário