terça-feira, 9 de outubro de 2012

Médicos de Alagoas decidem não paralisar atendimento a planos de saúde

Cremal está em processo de negociação com as operadoras



Os médicos dos planos de saúde de Alagoas decidiram que, por enquanto, não vão aderir à paralisação nacional de 15 dias que começa amanhã (20).
O presidente do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), Fernando Pedrosa, disse ao Primeira Edição  que, no estado, a categoria já está em negociação com as operadoras.
“Estamos em processo de negociação com os planos de saúde, então achamos melhor esgotar as possibilidades. Por isso, decidimos inicialmente que não vamos paralisar”.
Na quarta-feira, o Cremal vai se reunir com representantes dos planos para discutir as reivindicações. “Se a reunião for proveitosa, ninguém paralisa. Tudo vai depender dos rumos das negociações”.
De acordo com o Conselho Federal de Medicina, haverá suspensão no atendimento eletivo em pelo menos 15 estados. Destes, em sete a suspensão atingirá todas as empresas de saúde suplementar; em outros oito, a mobilização afetará consultas e procedimentos a planos selecionados localmente.
Eles reivindicam reajuste nos honorários, a inserção nos contratos de índices e periodicidade de reajustes - por meio da negociação coletiva pelas entidades médicas -, a fixação de outros critérios de contratualização e ainda pedem o fim da interferência antiética das operadoras na relação médico-paciente.


Fonte: Primeira Edição

Nenhum comentário:

Postar um comentário