segunda-feira, 8 de outubro de 2012

País ainda tem um longo caminho pela frente, diz presidenta sobre Brasil Carinhoso


A presidenta Dilma Rousseff comentou hoje (8) os resultados apresentados pelo Programa Brasil Carinhoso e disse que o governo ainda tem um longo caminho pela frente. Sancionado na última quarta-feira (3), o programa e está em funcionamento desde maio e já beneficiou 2,8 milhões de crianças até 6 anos que saíram da extrema pobreza.
“É muito importante dizer que, junto com essas crianças, também saíram da miséria seus pais, irmãos, o que significa que o Brasil Carinhoso beneficiou 8,7 milhões de pessoas. Nós ainda temos um longo caminho pela frente, mas esses primeiros resultados nos estimulam a continuar firmes no nosso compromisso de erradicar a pobreza extrema no Brasil”, disse.
No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma lembrou que famílias com renda menor que R$ 70 por pessoa se qualificam na faixa de extrema pobreza e são candidatas a receber o benefício do Brasil Carinhoso. Para garantir que o auxílio chegue às famílias ainda não cadastradas, ela pediu mais atenção de gestores estaduais e municipais.
“O gestor do Bolsa Família é o pai do Bolsa Família, é quem cuida para tudo dar certo no Bolsa Família. Por isso, eu quero pedir aos gestores do Bolsa Família de todo o Brasil que continuem se empenhando na busca ativa, em procurar quem precisa receber o Bolsa Família e, também, que garantam que o cadastro dessas famílias seja benfeito, com informações completas e corretas”, destacou.
Dilma também cobrou das famílias já beneficiadas que mantenham o cadastro atualizado, além do cartão de vacina das crianças e a frequência escolar em dia – pré-requisitos para participar do Brasil Carinhoso.
Ao falar sobre educação infantil, a presidenta disse que o governo está antecipando o repasse de recursos destinados a escolas e pré-escolas e lembrou que, quando a vaga na creche ou na pré-escola é destinada a crianças do Bolsa Família, o envio de verba é 50% maior.
“O governo aumentou em 66% o dinheiro repassado aos municípios para melhorar ainda mais a merenda nas escolas públicas, porque a gente sabe que uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas é muito importante para a formação das crianças”, concluiu.


Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário