segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Pode faltar combustível no Nordeste este ano

Diante da ameaça do desabastecimento, devido principalmente ao aumento do consumo, o Governo Federal começou a traçar um plano de emergência



O Nordeste está entre as regiões do País sob risco de ficar sem combustível no final deste ano. Diante da ameaça do desabastecimento, devido principalmente ao aumento do consumo, o Governo Federal começou a traçar um plano de emergência.
Maranhão, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte são os estados mais vulneráveis na região. No caso de Pernambuco, a falta de competitividade com o etanol pode deixar o Estado sem gasolina, segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco, o Sindicombustíveis-PE.
Além do Nordeste, o Norte, Centro-Oeste e os estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul também preocupam o governo. Desde o mês passado, são feitas reuniões sobre o assunto. Os planos incluem aumento da capacidade de armazenamento e transporte.
O consumo recorde de gasolina, que pode passar de 36 bilhões de litros este ano, é a maior causa do colapso e, entre novembro e dezembro, é cerca de 10% superior à média nos outros bimestres. A Petrobras tenta aumentar a produção e importa cada vez mais combustível para suprir esse aumento da demanda.
Outro motivo para o possível desabastecimento é a incapacidade interna de produção para acompanhar o consumo. A falta de infraestrutura para armazenar e distribuir a gasolina, piorada com as importações, também contribuem com o problema.


Fonte: NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário